O programa de Trainee da ADM 2014 esta com inscrições abertas até o dia 13 de julho. A empresa é considerada uma das principais no ramo de agronegócio, sendo também a sexta maior exportadora e com expressiva representação no PIB brasileiro.

Além disso, a ADM tem a maior planta de biodiesel do Brasil, uma planta de processamento do cacau, uma unidade de processamento do açúcar para a produção de etanol e, além disso, mais de 40 silos em todo o país .

O objetivo do programa de trainee é encontrar profissionais que estejam alinhados com os valores da empresa e que querem encontrar novas alternativas para atender a demanda de energia. Além disso, a pessoa precisa ter potencial para a liderança, capacidade para adaptar às mudanças e que gostem de empreender em várias atividades diferentes.

Para participar do programa, é fundamental ter formação nos cursos de engenharia (mecânica, elétrica, química, agrônoma, alimentos), Economia, Administração, Ciências Contábeis, Direito, Relações Internacionais e comércio exterior).

O profissional precisa ter concluído a graduação em julho de 2011 ou até julho deste ano. Além disso, é preciso saber fluentemente a língua inglesa e o conhecimento em espanhol será considerado um diferencial para o programa.

As etapas do programa de trainee serão: candidatura, testes online, análises de currículo, dinâmica de grupo, painel com o gestor, entrevistas no final do programa e contratação. O programa vai ter a duração de 2 anos, além disso, vai contar também com programa de desenvolvimento com treinamentos em sala e também “on the job”, acompanhamento por um mentor que suportará o seu desenvolvimento, desenvolvimento de projetos atrelados ao objetivo da empresa, troca de experiência com profissionais da América do Sul e reconhecimento atrelado a avaliação de performance. 

Um dos diferenciais é que o profissional aprovado vai ter a oportunidade de vivenciar o 2º ano do programa em outro país.

Para fazer a inscrição e saber de todas as informações é só acessar o site.

Por Babi


O maior desafio hoje de uma empresa é conseguir criar uma cultura organizacional atraente e que consiga engajar os colaboradores na produtividade da empresa. E esse desafio fica para os profissionais da área de Recursos Humanos.

De acordo com uma pesquisa realizada pela SilkRoad, 53% dos trabalhadores da área de RH acreditam que conseguir levar um ambiente de leveza e descontração para a empresa é um dos temas essenciais.

Os dados foram obtidos de 853 executivos que estão no comando da área de RH das organizações. O próximo desafio desses profissionais é conseguir desenvolver e criar líderes na própria empresa, além do equilíbrio das diferenças de habilidades das equipes (45%). E, depois desses dois quesitos é que vem a dominação de recrutar bons funcionários (41%).

Os próximos desafios, e não menos importantes, são as garantias de orçamento para realização de treinamentos e o suporte da direção da empresa para os programas de recrutamento, seleção e aperfeiçoamento de colaboradores. Lutar contra a resistência à mudança e as melhorias de tecnologia no setor de RH também estão entre os requisitos citados.

O mais interessante é que os profissionais de RH já consideram – em sua maioria – que os substitutos dos colaboradores prestes a se aposentarem serão a geração Y, contudo é preciso prepará-los para esse grande desafio.

O investimento em tecnologia também é um consenso entre esses profissionais. Eles gostariam que todas as empresas já tivessem uma ferramenta que reunisse todos os dados e análises da organização capaz de traçar um perfil de produtividade de trabalho. Entretanto, para conseguir esse investimento, os trabalhadores de RH sabem que é preciso convencer as lideranças de que a área necessita desse orçamento tecnológico. E esse convencimento não foi considerado fácil para 20% dos recrutadores.

O estudo também questionou outros desafios que esses profissionais de RH precisam passar para conseguirem dar andamento ao setor. Infelizmente a maioria (53%) ainda menciona a necessidade de a empresa enxergar a área de Recursos Humanos como um setor estratégico e não apenas técnico ou funcional. 41% gostariam que o RH participasse ativamente da direção e pudesse opinar nas principais decisões empresariais. 

Por Carolina Miranda


A empresa voltada para soluções inovadoras com foco no setor de gestão e contratação de pessoal, ManpowerGroup Brasil, informou recentemente que já está recebendo as inscrições dos candidatos interessados em trabalhar na fábrica da BMW Group situada na cidade de Araquari/SC. Não há prazo limite para as candidaturas.

De acordo com as informações divulgadas pela empresa a presente seleção tem como principal função atingir a meta de 1.300 profissionais selecionados até o final do ano de 2015. No momento atual a meta estabelecida é alcançar para a unidade um total de ocupação de 740 novos postos até o prazo limite do último trimestre de 2014, época em que as atividades produtivas serão iniciadas. A previsão é de que seja possível fechar o ano de 2014 com 800 profissionais selecionados.

Sobre as vagas a informação é de que a grande maioria delas tem como destino o cargo de Operador de linha de montagem. Entretanto, a empresa destaca o fato de que também há vagas para os setores de Carroceria e Pintura, Logística, Planejamento, Recursos Humanos e TI.

Outro detalhe é que mesmo as oportunidades sendo para a região de Araquari e Joinville, ambas em Santa Catarina, a oportunidade é aberta para candidatos de outras regiões do país.

Os candidatos interessados em concorrer para o cargo de Operador de Montagem precisam contar com formação de nível médio completo e ter disponibilidade de horários para trabalhar em turnos. A empresa informa que não é considerado obrigatório que o candidato tenha curso técnico na área de Engenharia ou Mecânica e nem contar com experiência anterior na função. Mas destaca que considera diferenciais os profissionais que contam com essas qualificações em seus currículos.

A Manpower informa que a seleção dos candidatos para estas vagas será dinâmica e que aqueles que se interessarem por elas poderão se inscrever em um primeiro momento na própria empresa situada na Travessa Campo Grande, nº 138, Bucarein, em Joinville/SC. Outras opções são pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone  (47) 4009-9405.

Por Denisson Soares


A partir da próxima segunda-feira, dia 9 de junho, o Grupo Invepar estará dando início ao recebimento das inscrições para a realização do seu processo seletivo voltado para o Programa de Trainee Invepar 2014.

Confira os detalhes sobre as vagas e como se candidatar logo abaixo.

De acordo com as informações divulgadas até o presente momento para esse programa de trainee a Invepar oferece um total de 17 oportunidades de empregos. A informação é de que essas vagas serão distribuídas entre o próprio grupo e empresas que fazem parte do mesmo como, por exemplo, a Linha Amarela SA (LAMSA), GRU Airport, MetrôRio, Concessionária BR-040 e Concessionária Auto Raposo Tavares (CART).

Conforme informado na página oficial do programa a presente seleção poderá ser concorrida por candidatos que sejam recém-formados ou com a previsão de formação em seu respectivo curso situada no período entre julho de 2012 e julho de 2014. Os cursos focados por este programa são os seguintes: Logística, Engenharias, Ciências Aeronáuticas, Ciências Econômicas e Administração.

Como se inscrever:

Os candidatos que atenderem os requisitos de participação que estão sendo cobrados pela empresa poderão garantir suas participações até a data limite de 28 de julho de 2014. As inscrições estão sendo aceitas via internet por meio do seguinte endereço eletrônico www.ciadetalentos.com.br/invepar.

Com relação aos valores dos salários oferecidos a empresa informa que o trainee Invepar terá uma remuneração variável. Já entre os benefícios oferecidos pela empresa estão os de previdência privada, seguro de vida, auxílio-refeição, plano odontológico e planos de saúde.

Para a seleção dos candidatos que tiverem suas inscrições aceitas a informação é de que a mesma será composta por fases constantes de análise de inscrição, teste on-line que envolverá inglês e raciocínio lógico, painel de negócios, laboratório de competências e entrevistas.

Sobre  o programa:

O programa de trainee da Invepar tem uma duração média entre 12 e 14 meses. Os candidatos aprovados e contratados terão a oportunidades de conhecer e participar de projetos em áreas de operação e de novos negócios entre outras. A empresa destaca o fato de que também trabalha com o sistema chamado de “job rotation”. Os contratados como trainee também terão a chance de participar de diversos cursos que tratam de temas como gerenciamento de projetos e liderança.

Por Denisson Soares


A maioria das pessoas sabe que muitas vezes o que funciona no mundo corporativo é o contato. Existe até um ditado que diz que “não importa o que você sabe, mas quem você conhece”. Contudo, para conseguir grandes conexões profissionais e estratégicas não é fácil. É preciso de tempo e esforço para conseguir criar bons contatos que podem auxiliar futuramente.

Para a consultora empresarial Surama Jurdi, guardar aqueles vários cartões de visita é fácil, mas transformar todos aqueles contatos em um relacionamento confiável e de parceria é complexo. Para que esses contatos se tornem em um networking real e sustentável, especialistas deram algumas dicas para que o profissional consiga algum retorno desses contatos.

O primeiro passo é investir no seu próprio autoconhecimento. O profissional precisa se conhecer, saber suas forças e fraquezas e o que pode oferecer para o mercado. É a principal etapa para conseguir identificar quais as pessoas em que vale a pena se aproximar e quais ambientes esse profissional se adapta melhor.

A próxima etapa é o profissional dominar seu ambiente. O empregado tem que conhecer as oportunidades do seu espaço de trabalho e as ameaças que existem. Segundo o especialista Carlos Felicissimo, o profissional precisa fazer seu networking interno – para a sua manutenção dentro do trabalho – como as conexões externas – para um contato futuro e oportunidades de longo prazo.

O profissional precisa saber qual o seu objetivo com o networking. Essa é a próxima etapa para conseguir desenvolver e obter resultados positivos do contato. Por esse contato o profissional tem que ter em mente quem ele quer conhecer, em que empresa ou setor ele pretende chegar e que estilo de pessoas ele quer atrair para o seu vínculo.

Não é necessário que o profissional ligue para todo mundo, a qualidade vale mais do que a quantidade. Até mesmo para não “gastar” todas as fichas em um só momento. O tempo e a energia devem ser gastos com interações que possuam qualidade. A participação de eventos, cursos, fóruns e discussões na internet são também boas alternativas para o profissional se destacar como “contribuinte” de assuntos relevantes ligados a sua área de atuação. 

Por Carolina Miranda





CONTINUE NAVEGANDO: