Que tal fazer um mini curso gratuito de inglês na maior escola de idioma do Brasil? A CNA  acaba de lançar as Snack Aulas Kids’ Play Time, Teen Fun e English for Travelers que são pequenos cursos totalmente grátis para crianças, adolescentes e adultos.

Através de jogos, brincadeiras, conversação e situações típicas, com a carga horária de 240 minutos, divididos em quatro aulas, o curso tem o objetivo de aproximar e mostrar a real necessidade de aprender a língua inglesa. Ao final do curso será concedido certificado de participação.

Para participar deste benefício concedido pelo CNA , basta acessar o site e localizar a escola mais próxima de você. Depois é só comparecer na unidade e realizar a sua inscrição.


Até o próximo sábado, 17 de abril, estarão abertas as inscrições para dois cursos muito concorridos entre a população: inglês e informática. Mas aproveite: os cursos que, juntos disponibilizam mais de 2,5 mil vagas, são gratuitos. Eles são oferecidos pela Secretaria de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra (Grande São Paulo) e as aulas serão ministradas entre abril e agosto.

As aulas serão realizadas no período da noite durante a semana; já aos sábados, serão durante o dia. Para participar é preciso ter mais de 15 anos e ter cursado, no mínimo, até a 4ª série do ensino fundamental. A matrícula pode ser feita em alguma das escolas do município onde terão aulas. É preciso levar carteira de identidade e comprovante de residência.

Para mais informações, os números são (11) 4135-2632 e 4135-2675.

Raphael Ramirez

Fonte: R7


Engana-se quem pensa que ainda há muito tempo para a Copa de 2014 e as Olimpíadas de 2016. Estamos às vésperas de 2 eventos esportivos de grande vulto. Pensando nisso, governos federal e estadual investem pesado na qualificação profissional.

Além da infra estrutura e captação de recursos, em longo prazo, o que se pretende é preparar a população para atender a demanda de cargos que se criarão, especialmente na área de prestação de serviços e turismo.

Para atender essa tendência, O Ministério do Turismo em parceria com a Fundação Roberto Marinho, lançou o programa”Olá Turista”. Iniciativa que pretende oferecer, a profissionais que atendam o turista estrangeiro, cursos de línguas gratuitos.

Podem participar profissionais de turismo das cidades do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro, Búziom Paraty, Petrópolis e Angra dos Reis, Bahia (Salvador, Porto Seguro, Lençóis, Maraú, e Mata de São João), Amazonas (Manaus, Parintins e Barcelos), São Paulo (capital), Ceará (Fortaleza) e Pernambuco (Recife e Olinda).

Ao todo são 80 mil vagas em cursos gratuitos de inglês e espanhol. Para participar basta ser vinculado a alguma associação de classe, sindicato ou cooperativa, que estejam cadastradas no projeto.

As aulas estão disponibilizadas na versão on line, com certificado ao término que depende da disponibilidade de tempo do trabalhador.

O Prazo de inscrições para o Programa Olá Turista foi prorrogado até o dia 31 de março de 2010.

Para obtrer mais informações e efetuar a inscrição acesse www.olaturista.org.br.


O projeto “Olá, Turista!”, que oferece cursos de inglês e espanhol gratuitos, está com as inscrições prorrogadas até 31 de março.

A iniciativa é resultado da união entre o Ministério do Turismo e a Fundação Roberto Marinho, e busca capacitar os profissionais que atendem diretamente os turistas, como taxistas, recepcionistas, garçons, mensageiros e outros.

São oferecidas 80 mil vagas para os trabalhadores que são ligados as associações, cooperativas e sindicatos cadastrados. O interessado deverá solicitar à sua organização a senha de acesso e se cadastrar no site www.olaturista.org.br.

Composto de três módulos, o curso poderá ser concluído até dezembro de 2010, e será oferecido certificado de conclusão ao término do curso. No site ainda é possível


A Escola de Idiomas Number One oferece cursos de inglês e espanhol em diversas modalidades e para diversos públicos.

Um dos pacotes interessantes é o de inglês voltado para negócios. O curso foi desenvolvido para quem precisa investir em inglês na carreira. O Business English estuda gramática, semântica, cultura, vídeos, e o mais interessante cases do mundo empresarial que te possibilita conhecer termos técnicos e vocabulário específico. A carga horária é de 80 horas passadas em dois semestres, que podem ser extensivo, 2 vezes por semana, ou intensivo, 3x por semana.

Para saber mais informações sobre o curso e fazer a sua inscrição acesse o site da Number One: http://www.numberone.com.br.


Aí vai uma dica para os que estão precisando aprender inglês com urgência: O curso IBEU possui um método que ensina de maneira dinâmica e criativa, com temas do interesse do aluno, como Artes, Cinema e muita música.

Essas atividades deixam o aprendizado agradável e divertido para crianças e adultos, pois não há nada mais chato do que aprender idiomas de forma tradicional, sem estimulo, é por isso que muitos desistem, mas como todos sabem o idioma inglês é fundamental para quem quer arranjar um bom emprego.

O Site do curso possui um link, com um serviço online e varias atividades complementares com vídeos e outras ferramentas para incrementar seu inglês.

Se estiver interessado acesse o site www.ibeu.org.br e procure mais informações.

Por Salete Dias


Essa você não vai acreditar: No curso English Town você aprende inglês de graça, com professores nativos e acesso ilimitado. Sabe como funciona? Você se cadastra e recebe lições diárias através do E-mail English.

Aprender inglês hoje em dia é fundamental para qualquer empresa que você deseje trabalhar, pois a grande maioria das companhias exige pelo menos um idioma. Isso sem contar, nas viagens internacionais que você poderá fazer se dominar pelo menos o idioma inglês.

Então essa dica é imperdível. Você nem precisa sair de casa. No conforto do seu lar, com seu micro vai aprender um idioma falado universalmente de graça. Entre no site www.englishtown.com.br e fale inglês em pouco tempo e sem custo algum. É simplesmente imperdível.

Salete Dias


O governo de São Paulo lançou um programa que pretende oferecer a estudantes ensino de idiomas, com um investimento de cerca de R$ 296 milhões.

O Programa, será oferecido a alunos do 2º e 3º ano do ensino médio da rede estadual. Estes alunos poderão fazer cursos de idiomas (inglês, espanhol e francês) nos Centros de Estudos de Línguas (CELs) e também em algumas escolas de idiomas cadastradas pela Secretaria de Educação.

A princípio, poderão participar alunos que moram em cidades com mais de 50 mil habitantes.

As inscrições para o programa devem acontecer no mês de fevereiro.

Para ler a matéria completa clique aqui

Por Levi Rocha


As razões que levam um estudante brasileiro a optar pela Nova Zelândia são parecidas aos da Austrália: o baixo valor da moeda em relação ao real, esportes radicais, clima tropical, hospitalidade da população e facilidade na hora de tirar o visto.

Desde 2001 o país tem registrado crescimento de brasileiros em cerca de 20% ao ano. O país é muito procurado por brasileiros que querem fazer cursos de inglês. No entanto, o número de estudantes cursando o ensino médio que vai estudar no país vem crescendo também.

Existem programas que mesclam estudo com esportes radicais como golfe, biking, rafting, esqui, snow board entre outros. As oito universidades federais neozelandesas têm grande prestigio internacional e oferecem cursos de graduação e pós-graduação nas mais variadas áreas se destacando os cursos de medicina, turismo, ciências ambientais, agronomia e veterinária.

Para estudar na Nova Zelândia por mais de três meses é necessário possuir o visto de estudante. Com esse visto o estrangeiro pode trabalhar até 20 horas/semana no país, com a condição que esteja matriculado em um curso de inglês com duração de pelo menos seis meses.

Por Levi Rocha


Desde os atentados terroristas ocorridos nos Estados Unidos em 2001, o número de intercambistas veio diminuindo gradualmente, não só por isso, mas por outros fatores entre os tais, a maior rigidez no controle de imigração ao país.

Porém desde 2007 o número de intercâmbios voltou a crescer para a terra do Tio Sam, segundo a Embaixada Americana, entre os motivos para o crescimento se pode citar o dólar mais baixo, no período antes e pós-crise.

Segundo a Embaixada o desfalecimento do mito de o visto norte-americano ser difícil de ser conseguido, também é um dos fatores para o crescimento do número de intercâmbios para os Estados Unidos.

Por Levi Rocha


A Embaixada Brasileira irá selecionar 18 estudantes para ganhar bolsas de 1 mês de estudo gratuito e com todas as despesas cobertas pelo Programa de Estudos sobre os Estados Unidos.

Para participar do programa basta estar estudando o 3º ano do ensino médio ou em qualquer curso superior no Brasil, ter entre 18 e 25 anos, comprovar fluência no inglês através de exames de proficiência (TOEFL ou TELP), nunca ter visitado os EUA, ter bom histórico escolar, possuir habilidades de comunicação e liderança e atividades extracurriculares.

A embaixada custeará despesas com passagem aérea ida e volta, livros, acomodação, auxílio-alimentação, seguro de saúde e transporte terrestre. A viagem está prevista para acontecer entre 23 de janeiro e 27 de fevereiro de 2010.

As inscrições vão até o dia 30 de outubro, quem tiver interesse pode preencher o formulário no site http://www.usembassyprograms.org.br/.

Por Levi Rocha


Atletas brasileiros que querem estudar nos Estados Unidos têm agora uma ótima oportunidade, estão abertas as inscrições para o Programa Idéia Atlético, gerenciado pela agência World Study.

A iniciativa disponibiliza bolsas de estudos que custearão de 50% a 100% do valor integral da graduação em 70 universidades nos Estados Unidos. As oportunidades são para atletas que praticam futebol, basquete, vôlei e tênis, que tenham entre 16 e 26 anos de idade, inglês no mínimo intermediário, estar cursando o 3º ano do Ensino Médio ou estar matriculado em um curso de Ensino Superior.

A bolsa cobrirá despesas com os estudos, moradia e alimentação. Os embarques dos aprovados ocorrem em janeiro e agosto.

Não há prazo para inscrições, porque os processos seletivos ocorrem durante todo o ano. Para mais informações e inscrições ligar para 31-2535-0987 ou acessar o site http://www.worldstudy.com.br/.

Por Levi Rocha


Atualmente uma das exigências do mercado de trabalho é o conhecimento de outro idioma, preferencialmente o inglês, o que tem se tornado um diferencial nas últimas décadas.

Para quem quer começar um curso ou quer continuar um curso de inglês a ST Giles Educational Trust coordena um sistema de bolsas de estudos que cobre todos os custos de acomodação e dos cursos de inglês no Reino Unido. É uma bolsa voltada para estudantes que não têm condições financeiras de fazer um curso de inglês fora do Brasil.

A bolsa é válida para cursos de 4 a 12 semanas de duração e oferece estadia em casa de família. Para se inscrever o candidato deve ser maior de 18 anos, nunca ter feito um curso de inglês nos Estados Unidos ou no Reino Unido e comprovar limitações financeiras.

As inscrições devem ser feitas antecipadamente, pelo menos 4 meses antes do inicio do curso.

Mais informações e inscrições pelo email [email protected].

Por Levi Rocha


Há muitos anos que empresas multinacionais e até mesmo nacionais exigem cada vez mais dos futuros profissionais contratados. Para aqueles que acham que apenas o curso superior é necessário para ingressar o mercado de trabalho, estão enganados. Hoje, a exigência por outras habilidades, cursos de extensão e, principalmente, outros idiomas, torna-se cada vez mais necessária.

Um exemplo dessa exigência são os programas de trainees. Sem exceção, eles exigem ao menos o inglês fluente. O idioma de uma das potências mundiais nunca foi tão exigido quanto agora. Para isso, algumas alternativas podem ser adotadas pelo estudante ou profissional.

Cursos de idiomas, programas de intercâmbio, e até mesmo aulas particulares de conversação estão entre elas. Não perca tempo e se você ainda não fala inglês, procure já um curso para não ficar para trás na hora de conquistar um emprego ou uma vaga em um programa de trainee.





CONTINUE NAVEGANDO: