Estão abertas vagas para redator no idioma espanhol para site de conteúdo voltado ao público mexicano.

É necessário que o candidato possua ampla fluência em espanhol, com ótima redação e facilidade para compreender as pautas que lhe serão associadas.

Prefere-se pessoas com Ensino Superior Completo (ou em andamento).

O trabalho é realizado na modalidade de freelancer (Home Office), não havendo metas sobre a quantidade de textos mensais. As matérias não precisam ser longas (cerca de 350 palavras), porém, precisam ser totalmente originais (sem cópias de textos previamente produzidos, nem de trechos).

O pagamento se dá por matéria escrita, que são pagos todo 1º dia útil de cada mês.

Os interessados(as) devem encaminhar e-mail para [email protected], juntamente com seu currículo e um texto de até 150 palavras para avaliação.

O que faz um redator?

Entre as funções de um redator está, naturalmente, a produção de textos. Além disso, deve ser capaz de elaborar bons títulos para os artigos, discutir e entender bem as pautas, e produzir os textos para o público-alvo definido.

Apesar de não existirem áreas definidas, normalmente os redatores são oriundos dos cursos de jornalismo, publicidade e propaganda ou comunicação social.

Quer ser um redator? Então você deve conseguir responder “sim” a todas estas perguntas:

  1. Sabe escrever, e escreve muito bem?
  2. Tem conhecimento sobre marketing?
  3. Consegue ter foco ao escrever?
  4. Consegue entender o seu público-alvo?
  5. Produz conteúdo rico e interessante?

redator-freelance-advogado-tributarista

Uma empresa com quase uma década de atuação no mercado nacional recruta redator freelancer para artigos técnicos sobre advocacia em alguns de seus sites.

Deseja-se para este posto um advogado tributarista ou equivalente, com experiência, para tratar de assuntos corriqueiros de sua área.

Conheça a lista de pré-requisitos:

  • ter domínio pleno da língua portuguesa;
  • ter ótima capacidade de escrita, com português claro e inteligível;
  • conhecer a legislação tributária e seus procedimentos;
  • ter noções sobre o plano fiscal;
  • saber como otimizar o pagamento de tributos (sem fraude);
  • ter experiência em processos administrativos contra multas por não pagamento de tributos;
  • noções sobre defesa penal no caso de não pagamento de tributos (execução fiscal);
  • planejamento tributário e fiscal de empresas;
  • conhecimento sobre mandados de segurança sobre atos arbitrários da administração pública (negativas), etc.

Trata-se de um trabalho “on demand”, não sendo necessária dedicação full time e nem exclusiva, podendo ser realizado em ritmo home office. Não há metas nem prazos e o volume de artigos não será grande.

Os artigos devem conter pelo menos 500 palavras, com linguagem técnica, e serem 100% originais (sem cópias, nem de trechos, de outros sites / referências).

Os interessados podem enviar um e-mail para “[email protected]” com o assunto: “Vaga Tributário”.


Confira aqui algumas dicas para ter sucesso como freelancer.

Ser freelancer tem múltiplas vantagens: poder trabalhar em horários flexíveis, não ter que enfrentar trânsito ou transporte público, realizar outros afazeres com maior tranquilidade ou em momentos que achar melhor. Por outro lado, muitas pessoas optam por esse tipo de carreira porque simplesmente não encontram oportunidades que as realizem profissionalmente ou acabam se deparando com trabalhos com rotinas desgastantes.

No entanto, escolher essa modalidade de emprego exige diversos cuidados, planejamento e paciência.

Quer ser um freelancer de sucesso? Então leia estas dicas que preparamos para você!

Faça um Planejamento:

Para começar esse tipo de carreira, é importante que você saiba como funciona o setor em que irá atuar. De início, crie uma rede de contatos com pessoas experientes na área. Elas poderão lhe oferecer boas dicas e explicar como é o dia a dia da profissão. Procure, ainda, conhecer potenciais clientes ou parceiros. Além disso, tenha em mãos sempre um cartão de visitas, contendo seus contatos digitais, como redes sociais, e-mail e WhatsApp.

Prepare-se Financeiramente:

Caso já tenha um emprego formal e deseja ser seu próprio chefe, o ideal é começar a fazer alguns trabalhos antes de ser somente freelancer, porque do contrário pode ser que tenha que lidar com problemas financeiros. Essa também é uma forma de ter uma cartela de clientes fixos. Assim, é importante você aproveitar esse momento de transição para juntar dinheiro para que possa sair do seu trabalho atual com tranquilidade.

Evite Problemas Burocráticos:

Dependendo da área em que for atuar, é interessante ter um contador e um advogado de confiança para auxiliá-lo com planejamento financeiro, pagamento de impostos, contratos e questões burocráticas.

Seja Organizado:

Procure não pegar serviços que não dará conta, uma vez que o excesso de trabalho pode reduzir a qualidade do produto ou serviço final. Isso pode, ainda, fazer com que você não cumpra os prazos estipulados. A consequência disso pode ser a perda de clientes e má avaliações na internet.

Procure Sempre se Atualizar:

Acompanhe as tendências do mercado, participando de palestras, congressos, cursos e grupos de discussões. Também não deixe de observar o comportamento de potenciais clientes em relação ao tipo de produto ou serviço que você oferece. Para isso, esteja sempre presente em fóruns, seções de comentários, avaliações e pesquisas nos motores de busca.

Utilize o Marketing a Seu Favor:

Não é porque você é freelancer que não vai precisar de marketing. Dessa forma, é interessante ter um blog ou site, em que possa apresentar o seu produto ou serviço. Utilize, ainda, o potencial das redes sociais e do e-mail para apresentar um bom atendimento, obter novos clientes e feedbacks.

Esteja Preparado para Períodos de Menos Ganhos:

Quando você trabalha em uma empresa, pode contar com um salário todo mês. Infelizmente, isso nem sempre será garantido quando for freelancer ou autônomo. Por isso, calcule seus gastos pessoais e de trabalho com muito cuidado, principalmente quando for realizar orçamentos, para não ter que lidar com problemas financeiros futuramente.

Você tem alguma outra dica para compartilhar? Deixe seu comentário!

Camilla Silva.


Trabalhar como freelancer requer a mesma disciplina que em empregos formais, aliás, seu salário dependerá de você. Para não se perder, sigas as dicas a seguir:  

– Foco:

O foco é essencial para quem tem um objetivo. Se trabalhar como freelancer dá liberdade para você estabelecer seu horário e seu trabalho, então você deve pensar assim também quando o assunto é seu salário. Estabeleça uma meta todos os meses e trabalhe para isso. Esteja sempre atento aos seus horários e faça do seu tempo o melhor momento para produzir.

– Comprometimento:

Se você está comprometido com o seu trabalho, então terá bons frutos. Mas se você não se comprometer, provavelmente colocará toda a sua rotina a perder. Estabeleça um horário e cumpra-o por mais difícil que seja. Quando se está em um emprego formal, a tendência é que isso dê certo, porque como freelancer não pode ser assim também?   

– Faça um planejamento:

Se for preciso, faça um planejamento escrito para você não se perder entre suas obrigações do dia a dia. Faça uma lista de tudo o que tem que fazer durante o dia, começando pelo seu trabalho: acorde cedo, tome um café reforçado e comece a realizar seus trabalhos de freelancer. É importante que você estabeleça um horário para começar e outro para terminar, como se fosse um expediente mesmo, assim será mais fácil você seguir à risca sem ter que abrir mão de outras obrigações.  

– Tenha um cantinho especial:

Assim como em um emprego formal, tenha seu espaço de trabalho. Pode ser um pequeno escritório, uma sala pequena com uma mesa e uma cadeira, nem que seja em um canto de sua casa, mas tenha. Quando criamos este ambiente estabelecemos vínculos, e também isso pode te lembrar uma rotina de trabalho normal, fazendo com que você se sinta no mesmo ambiente. Cuide dele como se ele estivesse ali especialmente para isso e seja sempre organizado com suas ferramentas de trabalho.

Por Daniela Almeida da Silva


Nova tendência mundial de divisão de trabalhos é o crowdsourcing de microtarefas. É um sistema online no qual uma tarefa grande é dividida em partes pequenas e distribuídas para trabalhadores que trabalham de maneira freelancer, em todo o mundo. Isso faz com que o trabalho possa ser executado mais rapidamente e por diversas pessoas, ao mesmo tempo, sem que uma atrapalhe a outra.

Se formos encaixar isso ao desenvolvimento de software, por exemplo, podemos ter como vantagens. O uso da microtarefa pode ao mesmo tempo aumentar o paralelismo no trabalho de desenvolvimento e aumentar a participação no desenvolvimento open source. As barreiras existentes para as contribuições são reduzidas e o desenvolvimento dos programas acabam acontecendo de maneira mais rápida.

No crowdsourcing de microtarefas, a empresa que solicita o trabalho poderá definir um fluxo a ser seguido.  Isso pode parecer impossível ao se pensar no desenvolvimento de software, afinal, as tarefas são muito dinâmicas. O Departamento de Informática da Universidade da Califórnia – Irvine, teve uma ideia que usou em um dos seus trabalhos e que obteve bom resultado.

“A nossa perspectiva é coordenar o trabalho através de um gráfico de processos, gerando microtarefas em resposta a eventos que possam ocorrer nesses mesmos processos, em vez de utilizar um fluxo de trabalho concreto. Cada microtarefa indica ao trabalhador para realizar uma tarefa pequena e bem definida num único processo (ex: uma sub-rotina ou um teste), permitindo ao trabalhador prosseguir em muitos processos em paralelo. A medida que os trabalhadores vão completando as microtarefas, são gerados eventos no processo, que poderão desencadear mais microtarefas a serem geradas”, explicaram em um resumo do trabalho.

Microtask é uma especialista na área. Fundada em 2009 por quatro empresários seriais finlandeses, tem escritórios em Tampere e Atlanta. Os investidores incluem Sunstone Capital e investidores privados estratégicos. Os trabalhadores podem ser de qualquer parte do mundo e mais informações podem ser obtidas em www.microtask.com/about

Por Milena Godoy


Estão abertas vagas de freelance para produção de textos curtos para uma empresa de Internet que trabalha basicamente com conteúdo de qualidade. Essa empresa possui mais de 250 blogs informativos, que levam diariamente aos internautas informações sobre os mais variados temas, entre eles: automóveis, educação, economia, empregos, concursos, turismo, política, vestibular, eventos, promoções, entre outras áreas.

Confira os requisitos:

  • Enorme habilidade de escrita;
  • Conhecer as novas regras da Língua Portuguesa;
  • Ter capacidade de produzir textos curtos, porém, completos e originais;
  • Ser pró-ativo, e ir atrás da informação diretamente das fontes primárias;
  • Não é necessário Curso Superior.

O tamanho do texto é de até 900 caracteres (ou 150 palavras), ou seja, devem ser informações sucintas, porém, bastante relevantes.

Tem interesse? Você pode clicar aqui e acessar o site da empresa.


Uma empresa do ramo de internet está oferecendo uma vaga para divulgador em mídias sociais, profissional freelancer, para trabalhar em casa.

O candidato deve ter um bom conhecimento geral sobre a internet, além de ter habilidade de comunicação para estabelecer contatos e parcerias com estes veículos, com o intuito de gerar tráfego para o cliente. Domínio do português escrito e capacidade de redigir bons artigos em português claro e direto, para servir de referência, são essenciais.

O candidato deve também ter conhecimento avançado da linguagem HTML, conhecer e saber utilizar operadores avançados de buscadores como Google e Yahoo, além de conhecer e saber utilizar outros sites de mídias sociais menos famosos, que não sejam Twitter, Orkut e Facebook.

Interessado? Então envie e-mail para [email protected] até o dia 3 de dezembro de 2010, contendo uma breve descrição do motivo pelo qual você é o candidato ideal para a vaga e, claro seu currículo em anexo.


Os profissionais que trabalham na qualidade de freelancers (notadamente da área de artes, comunicação e tecnologia da informação), muitas vezes têm dificuldade para conseguirem ser pagos. Mas, o compromisso mais seguro que haveria em uma relação de trabalho efetivo, pode ser solucionada pela assinatura de um contrato de autônomo.

Algumas dicas: ler o contrato com calma e fazer questão de datas pontuais para pagamento, valores monetários por cada trabalho, forma de pagamento (depósito em conta corrente, PayPal etc.), prazos a cumprir e detalhes sobre o produto ou serviço a ser prestado.

Vale sempre lembrar que todo trabalho deve ser remunerado. Se a empresa decidir engavetar o projeto apresentado, o freelancer deve ressaltar o empenho e investimento realizados e exigir o pagamento mesmo assim. Além disso, sobre toda obra intelectual incidem direitos autorais, que devem ser registrados.

Karina Gonçalves


A Cadmus Soluções em TI, presente no mercado desde 1995 e trabalha com fabricação de softwares e outsourcing, oferece oportunidade de trabalho freelancer para Programador C/C++.  A empresa possui instalações nas cidades de São Paulo, Sorocaba, São Caetano do Sul e Rio de Janeiro. Seu quadro de funcionários conta, atualmente, com mais de 600 colaboradores.

O candidato deve saber operar a plataforma C para Windows e Unix e deve ter conhecimentos em outras linguagens, como VB, Java, Cobol, etc. Vivência na área de Seguros será tido como diferencial.

O projeto tem duração aproximada de cinco meses, com grandes chances de efetivação. Os interessados devem enviar currículo com pretensão salarial para o e-mail [email protected].

Para Gabriel Perline





CONTINUE NAVEGANDO: