Estão sendo oferecidas 21 vagas de emprego em Recife, capital do Pernambuco, para os cargos de:

  • secretário executivo, supervisor de SAC, auxiliar de mecânico e mecânico de refrigeração, coordenador de planejamento, técnico de saneamento, eletricista industrial, mecânico, torneiro mecânico, caldeireiro, supervisor de pedágio, técnico fiscal, técnico de geoprocessamento, desenhista projetista e engenheiro (de projeto, agrimensor e residente).

Cada cargo possui requisitos diferentes, desde Ensino Fundamental até Superior completo, porém todos eles exigem que o candidato possua experiência na área em que irá atuar.

As oportunidades são para empresas do setor de construção civil, mas os nomes das mesmas não foram informados.

A seleção está sendo feita pela G.Muiños Consultoria, empresa especializada em recrutamento.

Interessados em concorrer a uma das oportunidades devem encaminhar seus currículos por e-mail para: [email protected]. Coloque o cargo pretendido no campo “assunto” do mesmo.

Mais informações nesse link.

Por Thiago Martins


O mundo competitivo tem obrigado jovens e adultos a procurarem melhores qualificações para seus currículos. As exigências são cada vez mais extensas e aumentam anualmente. Não basta ter graduação; é preciso pós-graduação. Escrever e falar perfeitamente a língua portuguesa é uma exigência, assim como também é necessária a língua inglesa em nível intermediário.

Profissões com cobranças mais brandas têm sofrido com a falta de profissionais. De acordo com o levantamento ‘Trabalho, Educação e Juventude da Construção Civil’, construído pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o número de trabalhadores com idades de 15 a 29 anos decresceu de 34,2% para 28% entre 1996 e 2009 pelo setor. A pesquisa vai mais além, pois no primeiro período em questão (1996) o tempo médio de educação dos trabalhadores era de 4,41 anos; no segundo período (2009) avançou para 6,35 anos.

Para Marcelo Neri, coordenador da pesquisa, o jovem tem procurado funções que precisem de maior escolaridade e deixado de lado a ideia de atuar num emprego em que a terminologia “braçal” seja a referência. Para compensar essa migração, acredita que o segmento precisará incrementar salários e assegurar direitos trabalhistas, bem como qualificar melhor a mão de obra.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Agência Brasil


A Agência do Trabalho da cidade de Jaboatão dos Guararapes oferece oportunidades de qualificação profissional voltados para a área de construção civil.

A instituição está com inscrições abertas para seus cursos de pedreiro, carpinteiro e armador de formas para concreto e encarregado de obras.

São 560 vagas e com uma novidade: o encarregado de obras que já tem experiência receberá qualificação para trabalhar no setor de petróleo e gás, foco dos novos empregos na região com a Refinaria Abreu e Lima em plena construção.

O curso tem duração de 40 dias, somando uma carga horária de 200h.

Interessados devem fazer a inscrição até 18 de março na sede da Agência do Trabalho de Jaboatão, localizada na Praça Dantas Barreto, SN, Jaboatão Centro.

Será oferecido lanche e ajuda de custo para transporte dos inscritos. Ao final do curso, um certificado de conclusão será emitido.

As aulas começam ainda em março.

Por Lidianne Andrade


A Sig Engenharia é uma empresa do ramo da construção civil que prefere atuar com profissionais experientes para compor seu quadro de funcionários. A escolha é feita, sobretudo, pela bagagem adquirida pelos profissionais e pela capacidade de desenvolvimento das atividades. Há 30 anos investindo em empreendimentos de alta qualidade, a Sig tem uma grande preocupação com a estética, a qualidade e o resultado final dos seus projetos.

As principais oportunidades na área são para profissionais que possam atuar nos empreendimentos imobiliários do Grupo. Atualmente, há construções em andamento no Rio de Janeiro e em Brasília.

A empresa mantém em seu site na internet uma página para cadastramento de currículos. Após o envio dos anexos os currículos são encaminhados para a área de Recursos Humanos.

Site: www.sigengenharia.com.br.

Por R. Oliveira


A Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Empreendedorismo está oferecendo mais de 2 mil vagas para cursos profissionalizantes na área de construção civil.

A ideia é suprir a necessidade de mão de obra urgente da Refinaria Abreu e Lima, localizada no Complexo Industrial Portuário de Suape, em Ipojuca.

Os cursos profissionais tem duração de 200 horas a serão oferecidos em centros profissionalizantes localizados no Recife, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Escada e Moreno.

Para se candidatar aos cursos, que são gratuitos, basta se inscrever nas unidades da Agência do Trabalho nas cidades do Cabo, Recife, Olinda e Jaboatão. Para concorrer às vagas da Refinaria Abreu e Lima a inscrições podem ser feitas também nas agencias, indicando que quer concorrer a vaga.

Por Lidianne Andrade


A FMM Engenharia, conceituada empresa instalada em Curitiba/PR, atuando no ramo da Construção Civil desde 1987, tem vaga aberta para o cargo de Técnico de Obras. O profissional selecionado atuará no Estado de Santa Catarina, nas cidades de Jaraguá do Sul, Brusque, Criciúma e Gaspar.

Para candidatar-se a vaga é necessário ter formação Técnica em Edificações, possuir conhecimentos de informática (MS-Office, AutoCAD, MSProject) e do Sistema de Gestão da Qualidade nas Obras (PBQP-H).

Solicita-se experiência no acompanhamento do planejamento de obras, conferência de compatibilidade de projetos, acompanhamento de medições e coordenação de manutenção de empreendimentos. Os interessados devem entrar em contato, enviando currículo para [email protected].

Acessando ao site www.fmm.com.br é possível obter mais informações sobre a empresa, seus projetos e empreendimentos em que está envolvida.

Por Márcia Machinski


O Grupo Argalit, especializado na produção de produtos para a construção civil, está com processo seletivo aberto para a contratação de novos colaboradores interessados em atuar na nova unidade da empresa em Viana, Estado do Espírito Santo.

Os cargos são para auxiliares de expedição e produção com ensino médio completo. Além de habilidades nas funções, será considerado um diferencial possuir experiência anterior. Os candidatos aprovados terão benefícios como plano de saúde e odontológico, convênio farmácia, seguro de vida e alimentação no local de trabalho.

Envie o seu currículo para o seguinte e-mail aos cuidados de Willian Balla e aguarde a sua chamada!


A APS Associados, que atua na área de segurança e meio ambiente, está com 88 vagas abertas para profissionais que desejam trabalhar no setor de construção civil. As oportunidades são para projetos em São Paulo, Espírito Santo, Pará e Minas Gerais.

Os cargos disponíveis são: médico do trabalho, auxiliar de enfermagem, psicólogo, técnico de meio ambiente, segurança do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, técnico higienista, rigger, pedagogo, motorista socorrista, técnico de enfermagem e digitador.

Os candidatos devem ter experiência de ao menos três anos na função e disponibilidade de mudar de estado.

Os interessados devem enviar uma cópia do currículo para o endereço de e-mail [email protected], preenchendo o campo “Assunto” com o cargo desejado e o estado onde mora.

Por BFF


A empresa de construção civil Oeste Formas está com seleção aberta para contratação de um engenheiro civil com interesse em trabalhar na capital paulista. Para participar, é necessário que o candidato seja graduado na área superior de Engenharia Civil e tenha experiência em escoramentos e formas.

O valor do salário não foi divulgado previamente pela empresa. Se você tem interesse na vaga, envie o seu currículo para o e-mail [email protected] e prepare-se para a avaliação formada pela análise de currículo e entrevista pessoal.

O candidato aprovado irá garantir benefícios como vale-alimentação, vale-transporte e comissão. Participe e coloque em prática seus conhecimentos profissionais!

Por Juliana Vlastuin


Uma das aéreas que mais cresce no pais com certeza é a construção civil, com a  grande demanda de prédios para construir com certeza não falta empregos nessa área.

Só no Cat (centro de apoio ao trabalhador) existem 574 vagas nesse setor Os salário variam muito entre  R$900 a R$ 3 mil por mês.

Há vagas para eletricista, pintor de alvenaria entre outras.

Para participar e preciso ter ensino fundamental completo e experiência de seis meses na função.

As inscrições deves ser feita pessoalmente nos seguintes endereços:

Centro
R. Galvão Bueno, nº782.

Zona Sul
R. Barão do Rio Branco, nº864. O horário de atendimento é das 7:00 às 16:00, de segunda a sexta.

Por Lázara Araújo


Quem está à procura de emprego na construção civil e mora em Pernambuco, pode se candidatar a uma das 630 vagas disponibilizadas pela Secretaria Especial de Juventude e Emprego do estado.

As oportunidades são para atuar no Complexo de Suape, nos arredores de Recife. As inscrições podem ser feitas das 7h30m às 17h em qualquer Agência do Trabalho do estado, basta levar RG e carteira de trabalho.

As oportunidades são para topógrafo, eletricista, bombeiro hidráulico, armador, montador de andaime, pedreiro, encanador, carpinteiro e muito mais. Cada vaga exige nível de formação específico, mas para todas é exigido no mínimo seis meses de experiência com registro em carteira. Para conhecer os endereços das Agências do Trabalho mais próximas da sua residência, acesse o site da SEJE.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: G1


O Centro de Solidariedade ao Trabalhador (CST) de São Paulo, realizará um processo seletivo que disponibilizará 601 vagas para cargos no setor de construção civil. Os cargos são diversos, entre eles: pedreiro, eletricista, serralheiro, pintor e auxiliares.

Para a maioria dos cargos é exigida experência prévia comprovada na área. Os níveis de escolaridade exigidos variam entre alfabetizado, fundamental, médio e técnico. Os salários irão condizer com o piso de cada uma das classes.

A seleção acontecerá entre os dias 2 e 8 de agosto nas duas unidades do CST na capital paulista (endereços aqui). O horário de funcionamento é das 7h às 16h. Os candidatos devem se apresentar munidos de documentação, carteira de trabalho e currículo. 

Por Thiago Martins


Jovens formados em Engenharia e Administração de Empresas podem começar a carreira em uma grande empresa do ramo de construção civil no Brasil. A Camargo Corrêa inicia na próxima terça-feira, dia 27, as inscrições para o Programa Jovem Profissional 2010. Serão 30 vagas para profissionais que concluíram seus cursos entre dezembro de 2008 e dezembro de 2010.

Os candidatos devem ter nível de inglês intermediário. Conhecimentos em espanhol será considerado um diferencial. Além disso, completem o perfil dos profissionais desejados pela companhia: iniciativa, foco em resultados, facilidade de adaptação, disponibilidade para participar de grandes projetos, entre outros.

Para participar os candidatos devem se inscrever através do site www.camargocorrea.com.br. As inscrições vão até o dia 23 de agosto.

Por R.D.


O Centro Vocacional Tecnológico de Mesquita localizado na Baixada Fluminense, recebe inscrições até o próximo dia 2 de julho para cursos de formação profissional na área de construção civil.

Aos interessados, as áreas disponíveis são: apontador de obra, bombeiro hidráulico, eletricista predial, armador de ferro, pedreiro, ladrilheiro e carpinteiro. Podem se inscrever quem tiver mais de 18 anos e o ensino fundamental completo.

Para se inscrever é necessário comparecer pessoalmente à unidade do CVT que fica na avenida Getúlio de Moura, 1.282, Edson Passos, de segunda a sexta-feira das 9h às 21 horas. É também preciso levar RG original para identificação.

Por Rafaela Ometto.


Existe, na atualidade, um movimento intensamente favorável ao segmento da construção civil, motivado diariamente pelo programa habitacional do governo “Minha Casa, Minha Vida” e pelas obras para a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) avalia que haverá a geração de saldo positivo de 180 mil empregos com carteira assinada pelo Brasil neste ano, um pouco acima dos 177.185 postos formais contabilizados em 2009.

O portal de economia Estadão revela que os empregos formais equivalem a somente 28% da força de trabalho da construção civil, conforme demonstrativo do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Mais dados, porém do sindicato da construção paulista, o Sinduscon-SP, indicam que o percentual de investimentos deverá alcançar o índice de 20% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, impulsionado, conforme avalia o Dieese, pelo setor energético e o imobiliário residencial.

Saiba mais no Estadão

Por Luiz Felipe Erdei


Copa do Mundo, economia aquecida, desastres naturais destruindo cidades. Tudo leva ao mesmo resultado: aumento na procura por profissionais do ramo da construção civil. E o Senai-SP está atento a este movimento: vai abrir até o fim de 2010 simplesmente 60 mil vagas em cursos de capacitação para esta área.

O direcionamento dos cursos são para as ocupações de pedreiro, azulejista, encanador, pintor, carpinteiro, instalador de painéis de vedação em gesso, eletricista, entre outros.

As aulas serão realizadas pelas escolas do Senai-SP em espaços cedidos pelas prefeituras de São Paulo, do litoral e  cidades do interior.

Raphael Ramirez

Fonte: G1


A Construção Civil, atualmente, é um excelente campo de absorção de mão de obra, desde a menos especializada até a altamente especializa. Um profissional altamente especializado é o Gerente de Obras, responsável pelo Planejamento, Organização e Controle da Obra e pela organização das equipes de trabalho, análise de recursos necessários à execução da Obra, cumprimento de contratos e prazos, pela segurança e qualidade dos serviços.

Como é de se esperar, esse profissional assume responsabilidade por uma ou mais Obras e desempenha as suas atividades em consonância com o engenheiro responsável e o administrativo da Obra. Respondem diretamente à diretoria e, em grandes construtoras, há a possibilidade de existir uma alta-gerência. É possível ser funcionário contratado ou trabalhar em regime autônomo de prestação de serviços. Os ganhos desse profissional são muito bons e compensadores.

Para se tornar um Gerente de Obras é necessário possuir formação superior em Engenharia Civil e uma larga vivência na Obra Civil, pelo menos cinco anos, pois as condições de trabalho, às vezes, o levam a situações de risco que exigem–lhe muito conhecimento, não apenas teórica, mas, prático.

Por Lindomar Vieira





CONTINUE NAVEGANDO: