App está disponível para dispositivos Android e iOS.

Saber fazer um bom currículo para se candidatar a uma vaga de emprego é uma habilidade que deve ser primordial para qualquer pessoa. Principalmente se ela quer ser selecionada em uma empresa de nome e que está com a oportunidade que tanto esperava disponível.

Com o avanço da tecnologia e com o lançamento de várias startups (soluções), hoje já é possível montar seu curriculum vitae pelo seu celular, através de um aplicativo que foi desenvolvido pensando neste problema.

O aplicativo “Currículum Vitae” traz a solução para esta dificuldade e que muitas pessoas enfrentam na hora de confeccionar seu portfólio de entrada no mercado de trabalho, ou seja, seu currículo.

Ficou interessado pelo assunto? Continue lendo este texto que você saberá um pouco mais sobre esta novidade que está ajudando muita gente que está em busca de uma nova oportunidade no mercado de trabalho.

App Curriculum Vitae é grátis

Isso mesmo! O aplicativo Curriculum Vitae pode ser baixado gratuitamente em seu smartphone na qual você poderá criar o seu currículo facilmente em seu celular.

O app está disponível para os aparelhos que possuem sistema operacional Android ou iOs.

Diversos modelos de Layouts

É possível visualizar diversos modelos de layouts para criar seu currículo, inclusive criar também cartas de apresentação para as empresas. Para que isso seja possível, basta você apenas inserir seus dados pessoais nos campos e adicionar as experiências que serão incluídas no documento.

Como baixar e fazer o currículo pelo celular?

Para criar seu currículo pelo celular de forma simples e prática e por fim criar um documento em formato PDF, salvar ou imprimir para seu email e enviar para uma empresa, siga o passo a passo que vem a seguir.

  1. Busque pelo aplicativo em suas plays de app´s no seu smartphone “Curriculum Vitae”, baixe e instale.

  2. Logo na tela de início do aplicativo, haverá a seção “Seu currículo”. É neste local que começará a criar seu documento, aperte o botão da cor rosa “Começar a escrever”.

  3. Em seguida, selecione o layout desejado para incorporar seu CV. Existem 3 modelos disponíveis, aperte “Selecionar este layout”.

Marcio Ferraz


Pesquisa revela que Terça-Feira é o melhor dia para procurar emprego e enviar currículos.

Você que está procurando um emprego, deve se perguntar: quando é o melhor dia para se enviar currículos?

Pois bem, uma pesquisa feita pelo SmartRecruiters e posteriormente publicada no Business Insider aponta que os melhores dias para se procurar um emprego e enviar o seu currículo é entre terça e quarta, o meio da semana. Ficar em busca de trabalho na sexta ou na segunda, segundo o estudo, não é lá muito produtivo.

O estudo examinou uma seção transversal de maneira aleatória de mais de 270 mil vagas de emprego. O que ficou constatado é que a terça-feira é o dia em que as empresas mais publicam as vagas e anúncios de empregos.

A pesquisa aponta que as chances de encontrar uma vaga, ou ainda fazer cadastro para vagas que surgem, são mais elevadas na terça (em 20%) e na quarta (19,5%). Já na sexta-feira e domingo, até de maneira óbvia, esse percentual é bem reduzido.

O gráfico que foi publicado no estudo dá conta que quase 60% das vagas de emprego são anunciadas entre segunda e quarta, com a terça tendo mais atividade no segmento.

A publicação da SmartRecruiters aponta que as pessoas que se candidatam para uma vaga quando a mesma acabou de abrir tem maiores chances de serem chamados para entrevistas. Quanto maior o tempo que a vaga está em aberto, maior a concorrência. Outro dado interessante da pesquisa é que às 11 horas da manhã é o horário mais popular para as companhias abrirem as chances de emprego nesses dias.

Erros na Hora de Procurar Emprego:

  • Não mande o seu currículo diversas vezes na mesma empresa: Não vai adiantar nada você enviar para vários setores e funcionários da companhia que você anseia uma vaga. Os especialistas chamam isso de pulverização. O ideal é o candidato acessar o canal certo para enviar o seu currículo. O e-mail do departamento de seleção, redes sociais, site da empresa, são alguns dos locais mais apropriados para o envio. Não tenha uma exposição negativa no envio de seus predicados.
  • Esteja sempre preparado: Não vá até uma entrevista sem saber um pouco que seja sobre a companhia e o segmento em que pretende atuar. A internet é um caminho grande que você poderá encontrar muitas informações que lhe ajudarão no momento da conversa com a empresa. Por vezes, o candidato faz a pesquisa destes dados, mas pegam informações que não são úteis para a entrevista, esquecendo de observar os pontos realmente fortes que podem fazer diferença na empresa. Tendo boas informações sobre a companhia será um grande passo para conquistar o recrutador no momento da sua entrevista. Saber um pouco sobre os seus concorrentes também é importante. 


Confira aqui algumas Dicas de como fazer um Currículo para o Primeiro Emprego.

Todo candidato a uma vaga de emprego sabe que é de fundamental importância apresentar um bom currículo, que seja claro, objetivo e apresente suas qualidades profissionais, além de sua experiência, de forma que consiga chamar a atenção do recrutador.

O problema é quando se trata do primeiro emprego, pois neste caso o candidato não tem muito o que informar, mas saiba que mesmo assim, é possível e também é preciso, que se apresente um bom currículo e você vai descobrir agora como fazer!

Para começar, você deve ter em mente que todo currículo deve ser objetivo. Por não ter muito o que colocar em seu currículo, os candidatos sem experiência profissional acabam colocando muita informação desnecessária, achando que isso irá tornar o currículo mais "bonito", mas é um grande engano. O recrutador não tem tempo a perder, são muitos currículos, então você terá pouco tempo para convencê-lo de que é o candidato ideal à vaga, então prepare o currículo sempre de forma objetiva, mesmo quando é para se candidatar ao primeiro emprego.

Nos "dados pessoais" você deverá informar apenas o seu nome, data de nascimento, estado civil e contatos. Nunca insira foto em seu currículo, somente quando a empresa informar no anúncio que é para enviar anúncio com foto e neste caso, que seja uma foto adequada, nada de selfie ou você com os amigos.

No campo "objetivo" você deverá ser o mais direto possível, informando que tem interesse pela vaga e total disposição de horário, além de estar disposto a contribuir com a empresa, crescer profissionalmente e investir em sua carreira, vindo a se tornar cada vez mais útil à empresa.

No campo "qualificações" é onde você deverá caprichar mais, porém, nada de mentiras! Você deve informar todas as suas qualidades, principalmente aquelas que contribuirão para o melhor desempenho do trabalho oferecido. Se você é uma pessoa pontual, comprometida, responsável, atenta, focada, que gosta de contribuir com outras pessoas e está sempre procurando fazer suas tarefas da melhor forma possível, este é o momento para informar tudo isto.
Se você tem curso de informática, algum curso profissionalizante, se domina outro idioma, informe-os também.

Claro que você não vai ter como preencher o campo onde se deve relatar a "experiência profissional", mas não se preocupe com isto, pois quando o recrutador ver sua idade, ele já irá deduzir que você está em busca do primeiro emprego e se ele quis ler o seu currículo é porque você tem chances. Então, neste campo é importante que você informe algum serviço que já fez como voluntariado. As empresas estão valorizando muito isto hoje em dia.

Mas e se o jovem ainda não vez nenhum voluntariado? Então é bom fazer, porque seu currículo vai estar lado a lado com currículos de vários jovens que certamente já fizeram algum serviço neste sentido e se você quer ter chances no mercado de trabalho é melhor começar, desde agora a investir em você mesmo.

O que não pode é ficar de braços cruzados, reclamando que as empresas não dão oportunidade a quem não tem experiência, pois elas dão sim, só que há muitos jovens buscando o primeiro emprego que já fizeram vários serviços voluntários, se você ainda não fez nenhum, com certeza terá muito mais dificuldade de conseguir sua primeira vaga no mercado de trabalho.

No campo de "experiência profissional" você poderá inserir também algum serviço que tenha feito, mesmo que de forma informal, por exemplo, um serviço que tenha feito com seu pai, com algum amigo, etc.
Estes "bicos" são valorizados sim, pelos recrutadores.

E lembre-se de ser objetivo e sincero, pois você pode sim, dizer que está buscando o primeiro emprego e que está disposto a contribuir com a empresa, além de batalhar para seu crescimento profissional, sempre realizando cursos profissionalizantes.

As empresas buscam pessoas criativas, dispostas, que querem crescer e contribuir com o crescimento da empresa, então monstre que você é esta pessoa.

Por Russel


Confira aqui algumas dicas do que colocar em seu currículo para o primeiro emprego.

Uma das principais dúvidas de quem nunca exerceu alguma atividade remunerada fica por conta do que colocar no currículo para que este cause uma boa impressão nos recrutadores. Os jovens que nunca tiveram uma experiência nesse campo, ficam pensando nas várias possibilidades de inclusão no resumo profissional, ficando passíveis de cometer gafes na hora de montar um documento atraente.

Mesmo que o indivíduo não tenha tido contato com um trabalho formal anteriormente, ele precisa saber que deverá buscar uma forma de se destacar em meio aos muitos candidatos que estarão disputando por uma primeira chance no mercado laboral.

Quando as pessoas responsáveis por recrutar novos trabalhadores para uma empresa verificam a idade do candidato no currículo, eles já entendem que por se tratar de um jovem, não há como solicitar experiência de trabalho, muitas organizações acreditam que esta falta de vivência no que se refere ao trabalho pode ser um diferencial, já que o jovem chega sem "vícios".

Já que a experiência no cargo não existe, você terá de dar ênfase a algum trabalho voluntário realizado, cursos interessantes que tenha finalizado ou que estejam em andamento, idioma estrangeiro e em que nível consegue entendê-lo, além de sua experiência profissional informal (ainda que estas sejam bicos).

Na hora de desenvolver o seu currículo, lembre-se que todos os cursos que tiver feito dentro da área que pertence ao cargo são muito bem-vindos, contudo, não coloque as notas, elas não são necessárias para os recrutadores.

Outro diferencial é indicar se você possui um curso específico na área pretendida. Será considerado um diferencial se o candidato colocar no seu resumo a sua participação numa empresa júnior da Universidade, tenha participado de um projeto de iniciação científica ou trabalho de conclusão de curso.

No que se refere as gafes cometidas por muitos, é normal que as pessoas coloquem que tem aptidões ou experiências que realmente não possuem. Caso o candidato coloque alguma característica ou qualquer outra informação de forma errônea, é considerada que a pessoa não está sendo honesta.

Quando for optar por um modelo de currículo, opte pelo modelo tradicional, não tente inovar colocando desenhos, gravuras ou usando papeis com cores diferentes.

Por de Melina Menezes.


Confira aqui algumas dicas e cuidados na hora de fazer o seu Currículo Profissional.

Ter um bom currículo é importante para toda pessoa em busca de um emprego, independente dela ter muita ou pouca experiência. Quando você se candidata a uma vaga de emprego e deixa o seu currículo na empresa, além do seu, vários outros currículos serão analisados e você terá muito pouco tempo para convencer o recrutador através do seu currículo que você é a melhor escolha.

Por isso um currículo precisa ser, acima de tudo, objetivo! Ter um bom currículo não significa de forma alguma ter um currículo de várias páginas contando todos os detalhes de seus trabalhos anteriores, pelo contrário, você precisa resumir de forma que consiga passar tudo que precisa em poucas linhas.

E eis aqui uma dica importantíssima: não tenha um só currículo, mas vários.

E a justificativa para isso é simples, pois você precisa mostrar seus conhecimentos relacionados a vaga desejada. Por exemplo, você não pode citar que possui experiência como açougueiro para se candidatar a uma vaga de manobrista, foque seu currículo em mostrar sua experiência como manobrista, pois é isso que interessa à empresa. Quando for se candidatar a uma vaga de açougueiro, aí sim, tenha um outro currículo com o foco para esta oportunidade.

A não ser que você sempre trabalhou na mesma área, então vale fazer um resumo de tudo.

Coloque no currículo também, tudo que você tem de melhor, seja sua formação escolar, outros idiomas que saiba falar, experiência profissional, habilitação, cursos já realizados, estágio, voluntariado, habilidade na área de informática, etc.

Os cursos extracurriculares são muito importantes e não podem faltar em um bom currículo, mas você também deve dar destaque a alguma habilidade que possua e que poderá ajudar a conquistar a vaga de emprego oferecida, principalmente se já tiver experiência nesta área.

Mesmo quem está em busca do primeiro emprego, deve caprichar no currículo. Você está entrando no mercado de trabalho agora, mas já vem se preparando para isso a mais tempo, por isso valorize sua formação profissional.

Trabalho voluntário também é muito importante e ajuda a valorizar o currículo, principalmente de quem não tem experiência, então, se você ainda não tinha pensado nisto, seja voluntário de alguma associação ou veja no seu bairro ou em sua cidade onde estão precisando de ajuda, isso vai ajudar seu currículo e vai lhe fazer muito bem.

E jamais coloque foto em seu currículo. Isso só deverá ser feito se no anúncio da vaga a empresa solicitar que junto com o currículo o candidato envie também uma foto.

Se você quer mais dicas de como montar o seu currículo, confira no vídeo abaixo mais algumas dicas dadas por Max Gehringer:

Por Russel


Hoje em dia o currículo é o principal meio de “apresentação” de um profissional. Ainda assim, com toda a sua importância existem diversas pessoas que reduzem suas chances de serem contratadas por terem um currículo “não muito bem”. Na realidade há diversas coisas bem obvias que são deixadas de lado e outras importantes que nem sequer passa pela cabeça do candidato. Abaixo listamos alguns itens que fazem um currículo ser bom ou não. Confira:

– O que se deve fazer:

1 – Tenha objetividade – Essa é uma daquelas partes que são óbvias mas que muitas pessoas deixam de dar a devida atenção. Não importa se o profissional tem uma “mega lista de capacitação”, o ideal é que condense tudo da melhor forma possível a fim de ter algo mais objetivo. E tem um detalhe importante: Elabore um currículo específico para o setor que está concorrendo.

2 – Informações pessoais – Muitas pessoas acham essencial colocar no currículo a documentação pessoal. Na verdade esses dados somente serão necessários caso o candidato seja convocado para a contratação. O ideal é fornecer os contatos e claro, mantê-los atualizados.

3 – Cuide de seu português – Mesmo que o candidato vá concorrer para algo que nada tenha com o português na hora da seleção o recrutador poderá acabar pensando que se a pessoa não se dá ao trabalho de corrigir seu próprio currículo o que aconteceria se ela fosse contratada!

– O que não fazer:

1 – Informações muito exageradas – Essa questão geralmente acontece com a parte educacional. Se o profissional conta com graduação, títulos de especialista, MBAs e etc não podem faltar. Entretanto, há uma diversidade de cursos que o profissional pode ter feito e que não tenha muita coisa com a vaga. Se for o caso, coloque esses cursos “menos relevantes” apenas se estiverem de acordo com a vaga.

2 – Os últimos empregos – Alguns candidatos citam até o primeiro emprego como vendedor de balas e chicletes. Isso é completamente desnecessário. Para que o profissional que está recrutando os candidatos os três ou quatro últimos empregos já são suficientes para que o mesmo tenha uma ideia do perfil profissional do interessado.

Por Denisson Soares


Muita gente tem dúvidas sobre a inserção de foto no currículo, mas afinal, isso é realmente necessário?

Na corrida pela disputa de emprego, muitos candidatos exageram em informações que podem ter o efeito contrário do esperado, ou seja, ser dispensado da vaga.

A verdade é que no currículo quanto menos exagerar é melhor. Tentar evitar fotos, cores ou mesmo fontes muito grandes afinal o currículo deve encantar o selecionador pelo conteúdo profissional, e não pela aparência, por isso é inapropriado colocar imagens no currículo mesmo o candidato tendo boa aparência.

Alguns efeitos que uma foto pode causar no currículo:

  • Primeira impressão através da foto, ou seja, se a imagem estiver ruim, não causará boa impressão;
  • O candidato não seguiu a instrução de forma correta, se a empresa solicitou vários dados e não indicou a necessidade de inserir foto, a instrução não foi seguida corretamente e o currículo poderá ser eliminado;
  • No caso do selecionador ser do sexo feminino o cuidado deverá ser redobrado, afinal as mulheres são muito críticas com fotografias.

Além desses efeitos, existem outros que podem ser consultados inclusive com opiniões de especialistas no assunto aqui.

Todavia, existe uma importante curiosidade: empresas que pedem fotos podem ser denunciadas por preconceito, afinal, que interesse pode haver em solicitar fotos senão para pré-seleção de beleza ou etnia o que fere o artigo 5º da constituição que diz: “todos são iguais perante a lei”, esse artigo poderá ser consultado no seguinte site oficial, além de ferir o artigo 373-A da CLT que trata da dispensa do trabalho por seleção de cor, raça e gênero que poderá ser analisado aqui. Porém essa denúncia é somente de ordem administrativa no âmbito da fiscalização trabalhista, geralmente após a denúncia da pessoa lesada.

Entretanto existe a possibilidade de a empresa solicitar a foto e o candidato por necessidade do emprego preferir anexar a foto ao currículo ao perder a oportunidade, também deve fazê-lo com cautela de sobriedade, vestimenta, e aparência afinal isso poderá acarretar na perda da sua entrevista presencial. 

Por Erica Oliveira de Souza


Conseguir o primeiro emprego está cada vez mais difícil, porque a concorrência entre as empresas é altíssima e elas precisam produzir melhores produtos, oferecer melhores serviços e para isso é preciso contar com profissionais qualificados e experientes. Como fazer então, para conseguir um emprego, se o candidato nunca trabalhou?

Sem experiência profissional, conseguir o primeiro emprego é tarefa difícil, mas não impossível. O importante é saber exatamente o que colocar no currículo para torná-lo interessante aos olhos de quem analisa.

A dica é dar ênfase às suas qualidades, a tudo aquilo que poderá ser vantajoso para a empresa, como por exemplo, se você fala um segundo idioma, se já fez serviço de voluntariado e principalmente a sua formação escolar. Vale inserir até mesmo uma experiência profissional que você tenha tido, ainda que não tenha sido de maneira formal. A única coisa que não pode é mentir. Isso não deve ser feito nunca!

Cursos ou conhecimentos de outro idioma pesam muito no currículo, daí a importância para todo candidato investir em um curso de idiomas. Para ter experiência você depende da empresa, mas para saber uma segunda língua tem vários cursos à disposição, inclusive online. Cursos extracurriculares também contribuem muito, em todo currículo, mas principalmente para aqueles que estão buscando o primeiro emprego.

Um cuidado que deve ser tomado para não tornar o seu currículo muito extenso, incluindo muitas informações desnecessárias. Como a pessoa não tem experiência profissional, ela acha que conseguirá convencer o avaliador inserindo muitas informações e isso é um erro. Todo currículo deve ser objetivo, indo direto ao ponto. Destaque os seus conhecimentos, cursos e algum voluntariado caso tenha feito.

A dica de um bom currículo para quem está buscando o primeiro emprego é começar com seus dados pessoas e contatos como telefone e e-mail, informar em seguida qual é o seu objetivo, o porquê de estar se candidatando à vaga. Em seguida especifique sua formação acadêmica.

Por fim, informe se tem curso de idioma, curso de informática ou qualquer outro curso que tenha feito e insira também alguma experiência profissional que tenha tido, mesmo que não tenha sido de carteira assinada, pode ser voluntariado também.

Jamais insira fotos, números de documentos, nomes de parentes ou pretensão salarial, a não ser claro, que a empresa solicite.

Por Russel


Quem está procurando a primeira oportunidade no Mercado de Trabalho certamente tem muitas dúvidas com relação ao “o que” colocar no Currículo. Isso porque sem ter experiência, o candidato muitas vezes não sabe o que colocar no documento. Se você é uma destas pessoas, atente-se, pois iremos colocar aqui as principais informações que o seu currículo deve ter caso você não tenha experiência.

A primeira coisa que os candidatos devem se atentar é com relação aos dados pessoais. Estas informações devem ser colocadas de forma clara já no início do currículo. Entre os detalhes que devem estar presentes no currículo estão: Nome Completo, Idade, Estado Civil, Telefone, Endereço, Cidade, Bairro, E-mail e Telefone.

A segunda coisa a se mencionar é o Objetivo. Nesta parte o profissional deverá citar qual é o cargo de interesse. Caso você não tenha nenhum cargo específico em mente, não se preocupe, pois é possível colocar também a área de atuação desejada.

A Formação Acadêmica deve ser o terceiro item a se colocar no currículo. Nesta área deverá ser colocado o o último grau de escolaridade. Sendo assim, quem tiver nível superior deve coloca-lo, senão se coloca o nível médio e assim sucessivamente. Na descrição da escolaridade é preciso informar o nome da instituição, o curso feito e também o ano de conclusão.

Idiomas, Informática e Experiências devem ser colocadas logo depois. Nesta hora os candidatos que não possuem experiência profissional devem informar todas as habilidades que possuem e que poderão ser utilizadas no emprego.

Quem realizou trabalhos de voluntariado ou trabalhou informalmente também pode citar estas experiências. Vale lembrar que o voluntariado é bastante valorizado pelas empresas.

Por fim, os profissionais devem ficar atento a algumas coisas que devem ficar de fora do currículo. Por exemplo: Foto (quando não solicitado), Número dos Documentos Pessoais (RG, CPF, entre outros), Nome dos Familiares (Pai, Mãe, Filho, Esposa, entre outros), Pretensão Salarial (quando não solicitado), Carta de Referência (quando não solicitada), Certificado de Cursos Realizados, Data e Assinatura.

Currículo


Descrever toda a experiência profissional no currículo através do portfólio com certeza é uma das principais exigências das empresas para uma contratação.

Um portfólio é o cartão de vistas do profissional, por permitir ver todas as experiências anteriores, além de trabalhos realizados ao longo de sua carreira.

As experiências descritas em um portfólio deixam claro ao contratante as atuações em seu campo profissional. Na maioria dos processos seletivos, as empresas exigem o portfólio como requisito primordial para a participação do candidato.

Para se construir um portfólio atrativo e bem coerente, é necessário criar textos ou layouts que foram publicados. Em vagas de emprego específicas podem ser incluídos, por exemplo, trabalhos acadêmicos realizados anteriormente.

Como começar uma apresentação:

A internet se tornou uma ferramenta muito útil para se propagar um portfólio. Você pode começar, por exemplo, com um blog, ou ainda com redes sociais de grande visibilidade como o Twitter e o Facebook, pois elas funcionam como um verdadeiro marketing (aquele de boca a boca mesmo). Elas podem ser utilizadas para começar a apresentar suas experiências profissionais aos contatos de sua rede e da rede de seus contatos também.

Mesmo a web sendo uma grande aliada na propagação de seus trabalhos por e-mails, arquivos em anexos ou links, sempre é bom levar algumas amostras impressas para o empregador no dia da entrevista de emprego. Para isso, faça uma seleção de seus melhores trabalhos, publicações, inclua novas posições e atualize-as, caso houver necessidade e dependendo da situação.

Algumas dicas:

Descreva de maneira coerente e precisa o que pretende e o que você realmente é como profissional. Organize atenciosamente as peças que vão fazer parte de seu portfólio sempre em ordem, começando desde o início. Exclua o que não for relevante para o seu objetivo.

Caso precisar excluir, substitua esses trabalhos por algum outro recente. E lembre-se que excesso de projetos no portfólio pode ser desnecessário e até prejudicial, pois dificulta a atenção do examinador na hora da análise.

Por Daniela Almeida da Silva


Muita gente coloca informações falsas no currículo e isso pode trazer consequências sérias, maiores do que apenas não ser selecionado no processo seletivo. Em alguns casos a empresa pode até mesmo ir à delegacia e o candidato pode responder a processo.

Mentir no currículo, além de ser algo que pode fazer o interessado passar vergonha, fará a empresa perder tempo, sendo necessário recomeçar a seleção.

Veja abaixo quais são as mentiras mais comuns e como as empresas podem descobri-las.

Muitos profissionais mentem quanto ao nível de língua estrangeira no currículo, contudo um teste oral ou a vivência na empresa podem revelar a farsa. Você pode contornar a situação, se decidir matricular-se em um curso intensivo da língua informada no currículo. Talvez isso segure a vaga, mas nunca é bom mentir no currículo.

O mesmo vale para cursos que realizaram em instituições ou dentro da empresa onde trabalhavam. Se você entender de um programa de computador, por exemplo, informe no currículo que possui a experiência ou que possui noções de como funciona, mas nunca que fez um curso específico. No caso dos cursos nas empresas, a empresa nova pode solicitar o certificado ou mesmo entrar em contato com para verificar.

Pior que inventar o curso é mentir sobre a formação, como títulos de graduação ou pós-graduação, que podem ter sido trancados antes de terminar. Mesmo se forem falsificados as certificações é possível constatar a mentira com a instituição de ensino.

Outras mentiras envolvendo o período em que permaneceu em um cargo na antiga empresa, os motivos da saída e salários podem ser facilmente descobertas ao entrar em contato com o RH da antiga empresa. Se mentir quanto às referências, colocando algum parente ou amigo para dar veracidade as informações também não funciona. A empresa contratante pode pesquisar o contato no site ou em outro local, revelando a farsa. 

Portanto, tome cuidado quanto às informações que menciona no seu currículo.

Por Robson Quirino de Moraes


De acordo com a opinião do headhunter do site de empregos Recrutando.com, Luiz Pagnez, o profissional precisa construir um bom currículo para causar uma boa impressão até mesmo antes da entrevista pessoal. "A principal função do currículo é deixar o recrutador com uma boa impressão a ponto de convidar o candidato para uma entrevista. Através deste resumo, o recrutador poderá decidir em poucos minutos se o profissional possui as características desejadas ou não", explica.

O especialista afirma, contudo, que o recrutador vai escolher o profissional se ele realmente demonstrar que é aquilo mesmo que está sendo relatado em seu currículo e se é o que a empresa está procurando em um profissional. "Se a necessidade é encontrar um gerente de projetos com experiência no segmento da construção civil, não adianta o candidato destacar um PhD em Harvard se não deixar claro no objetivo profissional que ele atua como um gerente de projetos".

Para montar um bom currículo, o candidato precisa deixar claro as suas experiências, competências e suas reais convicções. Currículos extensos e que não demonstram as habilidades do profissional logo de cara provavelmente será descartado, já que os recrutadores recebem muitos currículos diariamente e eles precisam de um “olho clínico” para achar o candidato de forma rápida.

O profissional precisa construir seu currículo com algumas regras de ouro, para que ele seja fisgado por alguma empresa. A primeira regra: o candidato precisa deixar claro seu objetivo profissional, em qual função ele tem qualificação e deseja trabalhar. Segunda regra: a coerência e bom senso são fundamentais no processo. O profissional precisa ter certeza de que sua experiência e formação se encaixam na oportunidade. Terceira regra: o candidato precisa demonstrar o porquê ele merece ser contratado e, para isso, é importante o profissional relatar os resultados positivos causados por ele dentro do seu último emprego. Por fim, quando o currículo estiver pronto, revise-o várias vezes para eliminar os erros de português. 

Por Carolina Miranda


As pessoas estão procurando novas oportunidades de qualificação, e uma boa opção é fazer um curso no exterior. Acredita-se que estudando fora do país, a aluno vai aprender a dominar um idioma com mais rapidez, além de melhorar a interação e as relações interpessoais. A procura por um curso ou intercâmbio no exterior pode proporcionar novas experiências profissionais, principalmente para aqueles que desejam trabalhar especificamente com outro idioma, que não seja a língua materna.

O numero de estudantes que fazem um curso no exterior é pequeno, mas está aumentando cada vez mais, pois é um investimento de grande importância para melhorar o currículo e melhorar a carreira profissional. Conforme a área de especialização proporciona um grande diferencial em um processo seletivo, seja pelo fato de dominar outro idioma, ou pela facilidade de interação e desenvolvimento profissional, ou pelo conhecimento cultural e profissional adquirido.

Uma proposta interessante é a oportunidade de fazer um intercambio, pois é uma forma de viajar e às vezes apresenta um custo beneficio melhor devido ao regimento, que procede em oferece uma oportunidade de trabalho e de estudos, além de ser uma opção mais econômica de investir. Os pacotes podem ser só de estudos ou para estudar e trabalhar, o intercâmbio está disponível em agências de turismos que ofertam cursos para idades diferenciadas entre crianças, adolescentes e adultos.

Geralmente o intercâmbio é para interessados em estudar a língua inglesa e a preferência de viagens é para o Canadá, Inglaterra e os Estados Unidos. Há pessoas que preferem estudar e trabalhar, e os Estados Unidos oferecem mais pacotes de estudo e trabalho, diferente na Europa que oferece mais oportunidades de estudo. Muitos estudantes preferem residir em casas de família para ficar mais barato.

Portanto, a escolha de estudar no exterior sempre foi uma escolha interessante para poder melhorar o currículo. Porem fique atento às oportunidades de estudo ou de intercâmbio que fique acessível em temos financeiros e que possa atender as necessidades de quem precisa.


Considere que,  além de um bom cartão de visita, um currículo é o primeiro contato que a empresa pode ter com você, fora que ele também é a primeira vista que alguém pode ter de você.

Confira abaixo cinco das melhores dicas de como você criar seu currículo:

Primeiramente, atente-se a colocar somente dados pessoais, como nome, telefone, endereço, e-mail. Evite ao máximo colocar foto ou assinar. Coloque cada coisa em seu lugar, por etapa, primeiro os dados pessoais, depois o objetivo (ou a vaga pretendida), a seguir fluência em idiomas, experiência profissional, formação acadêmica (se você nunca trabalhou procure não colocar nada) e outras informações complementares.

Se você quiser poderá colocar ainda nessa mesma ordem: conferências e cursos nos quais já participou, vivência em grupos de estudos,  pesquisas, projetos, entre outros, desde que eles tenham relação com a vaga que você busca. Procure mostrar tudo em números. Sempre que possível procure colocar os resultados atingidos em números.

Capriche no português. Digite seu currículo e se for possível releia sempre para detectar possível erros. Utilize em seu currículo  substantivos para poder descrever suas experiências (ex: participação, coordenação, realização, etc) e verbos na primeira pessoa (ex: participei, coordenei, realizei, etc). Lembre-se de utilizar apenas se você realmente tiver sido o único responsável pelo trabalho. E nunca, jamais, escreva sobre você mesmo como se fosse outra pessoa (ex: participou, coordenou, realizou, etc). É errado e vago.      

Seja rápido e objetivo. Para parecer uma pessoa interessante, o currículo não precisa estar longo por mais que você tenha uma vasta experiência e uma carreira acadêmica bem variada. Lembre-se sempre de algo primordial: duas páginas de um currículo são mais do que suficientes.

Enfim, lembre-se sempre de colocar todos os detalhes relevantes no seu currículo, por mais que não pareçam, são os pontos que mais farão a diferença,  mas mesmo assim não exagere muito.

Por Daniela Almeida da Silva


Insatisfeito com seu trabalho? Se a resposta é sim, nada custa enviar um curriculum para outro lugar. Para começar, o curriculum ideal é aquele que valoriza as qualidades e as habilitações do profissional, além de passar boas impressões de suas antigas experiências. Então, antes de mais nada, é válido um pequeno estudo. Aconselho anotar em um caderno todos os lugares que você já trabalhou e coisas concretas que podem ser apresentadas, como cartas de recomendação ou elogios escritos.

O site www.crieseucurriculum.com.br cria um curriculum rápido e simples. Porém, vamos abordar os MAIORES ERROS em um Curriculum Vitae para evitar desapontamentos.

1 – Não vá pensando que um mesmo curriculum vale para ser Gari ou Presidente. Cada cargo e empresa possuem necessidades diferentes, então faça uma boa pesquisa das qualidades necessárias e que você pode destacar no seu curriculum de acordo com cada entrevista que for feita.

2 – Nenhum entrevistador quer saber sobre coisas irrelevantes ou pessoais demais. O curriculum deve ser direto e apresentar aquilo que você tem e pode oferecer para empresa. Se for extenso, você fica mais sujeito ainda a paciência dos outros.

3 – É válido que sejam citadas as experiências importantes para nova carreira. Um bom curriculum não pode explorar demais o futuro nem seus desejos dentro da empresa, mas se mostrar cada vez mais apto para o novo cargo é uma opção muito boa, até mesmo porque se você já tem habilidades concretas para o novo cargo, isso lhe coloca mais perto de ser contratado.

4 – Cite a mudança. Explique-se de forma resumida sobre as razões que o fizeram sair de um ramo e entrar em outro, porque assim o contratante saberá suas razões e o curriculum ganha importância. Aquele que consegue enfrentar o medo da mudança é de admirável coragem, coisa rara no mundo de hoje.

Então, espero que seu novo curriculum seja uma excelente forma de valorizar sua própria imagem e conseguir se vender ainda melhor.

Por Vinícius Leite


Assim como muitas pessoas estão em busca de emprego, muitas empresas estão querendo contratar pessoas. Porém, não é qualquer pessoa. Essa afirmação se deve ao fato de vários curriculos chegarem às mãos desses empregadores, mas, o número de contratados não é proporcional. Vamos dizer que para cada 10 currículos que estão na mesa desses olheiros 2 ou 1 são os escolhidos para trabalharem nessa empresa. Mas, porque acontece? É simples. O currículo não é bem elaborado. É desconcertante pensar que o instrumento que usamos para nos ajudar a progredir é o mesmo que nos coloca para a pasta de recusados. Temos que entender uma coisa, o currículo deve ser bem elaborado, pois, ele é a porta de acesso entre empresa e candidato.

A estrutura perfeita de um currículo para uma empresa é o mais simples possível. Porém, simples não é sinônimo de incompleto. Ao faltar uma simples informação, tipo um número atualizado de celular podemos estar pondo tudo a perder.

Comecemos com os nossos dados pessoais, nome completo, depois iremos para características pessoais onde conterão idade, data de nascimento, estado civil e nacionalidade. Depois completaremos esta parte com dados para contato, onde colocaremos endereço de residência, e-mail principal e secundário, telefone fixo (se tiver) e número de celular.

A segunda parte do currículo é a que deverá conquistar o empregador. Quando somos aprovados, aí sim, ele irá para a primeira parte dos dados pessoais. Já aconteceu de candidatos serem aprovados, mas, na hora de a empresa entrar em contato com o futuro empregado, seu currículo estava com o contato desatualizado ou simplesmente não haver nenhum. Muita atenção na hora de preencher o currículo é uma boa dica a se seguir.

Terceira parte. É reservada para informações acadêmicas. Nível de escolaridade, se tiver cursos extras seria interessante mencionar, como uma pós-graduação ou mestrado. Na quarta parte teremos que colocar nossos objetos. Esses devem conter o que queremos profissionalmente de maneira geral e naquela vaga pretendida, não sendo necessário exageros. Coloque suas experiências naquela função falando bem das empresas anteriores, isso causa boa impressão. Logo depois, chegam as considerações finais em que devemos agradecer pela oportunidade de estar participando dessa seleção e que ficaria honrado em trabalhar na empresa.

Por Gleison Nunes Uchoa


A maioria das empresas brasileiras já não recebe mais documento em papel de candidatos às suas vagas. Isso porque as companhias utilizam a internet para encontrar novos colaboradores. Esse recurso tem ajudado muito as empresas e os candidatos , lembre-se você pode utilizar essa ferramenta a seu favor !

Essa  mudança de hábito se deve à maior agilidade e à possibilidade de acesso a mais informações das empresas sobre os candidatos.

Abaixo , relacionamentos algumas dicas para te ajudar a efetuar o seu Currículo online:

1 – Complete todos os campos disponíveis no site ; 

2 – Deixe claro qual o seu objetivo profissional;

3 – Coloque primeiro a ultima experiência profissional e as demais coloque em ordem decrescente; 

4 – Mencione os cursos efetuados, isso ajuda a dar destaque a seus conhecimentos;

5 – Destaque os idiomas de seu domínio, caso não fale outra língua , não mencione nada , não esqueça um teste de idiomas poderá fazer parte do seu processo seletivo no futuro; 

6 – Caso tenha oportunidade escreva suas experiências pessoais importantes;

7 – Revise tudo que você colocou no site , evite erros de português;

Lembre-se de manter esse  currículo online sempre atualizado, essa é a  “ ferramenta” que a empresa utiliza para consultar os candidados as vagas disponiveis .

Por Chris Pontes


No Centro do Rio de Janeiro, o estabelecimento Lapa 40°  está com um processo seletivo aberto para a contratação de 28 novos funcionários.

As vagas abertas são para os cargos de barman (10 vagas), garçons (08 vagas) e cumins (10 vagas). O início dos trabalhos é de imediato. De acordo com a empresa, as chances se dividem entre efetivas e de caráter temporário.

Há oportunidades tanto para pessoas do sexo masculino, quanto do feminino. As atividades acontecerão em período noturno.

Para participar da seleção é necessário que você apresente experiência anterior na função selecionada.

Os aprovados na seleção terão direito a um treinamento antes do início dos trabalhos. Como requisito é necessário apresentar o nível médio completo e estar na faixa etária dos 18 anos.

A remuneração fica da seguinte maneira: R$ 1.580 (barman), R$ 1.550 (garçom) e R$ 1.050 (cumin). Caso você demonstre interesse em participar, envie o seu currículo para o endereço de e-mail – [email protected]. O prazo final é o dia 18 de novembro de 2011.

O Lapa 40° fica na Rua Riachuelo, 97. Lembre-se de sempre deixar o seu currículo com todas as informações atualizadas.


Se você pretende mudar de área de atuação e não sabe como elaborar um currículo devido a sua pouca experiência, algumas dicas são fundamentais.

A primeira orientação é escolher um formato de currículo que destaque suas experiências de modo a chamar atenção do recrutador. Se a sua nova área de atuação tem alguma relação com a antiga, use currículos cronológicos. Esse modelo permite ressaltar os cargos já ocupados e sua experiência.

Porém, se não há relação entre as áreas, prefira os currículos funcionais. Desse modo, a sua formação e suas competências profissionais são destacadas. Outra dica é investir nas sessões “formação acadêmica” e“habilidades profissionais”. Isso permite driblar a pouca ou nenhuma experiência e mostrar ao recrutador que o seu perfil é adequado para a vaga.

Não fique concentrado em apenas descrever os resultados alcançados. Mantenha o foco nas atividades que tiveram alguma associação com a nova oportunidade. Assim, será possível vincular cada etapa de sua trajetória às experiências requeridas para o novo setor.

Lembre-se de ser claro e objetivo em seu currículo. Use linguagem formal e sem erros ortográficos. Uma carta de apresentação é recomendável para você mostrar que tem habilidades para assumir a função. 

Por Melisse V.


A internet tem sido uma aliada na busca por empregos. Se você não sabe como aproveitar essa oportunidade, fique atento às dicas a seguir. Muitas empresas de recrutamento e seleção oferecem cadastro gratuito. Aproveite! Mas caso prefira pagar pelos serviços, contrate uma agência confiável.

Um dos mecanismos de realizar a seleção dos candidatos é através de filtros pelo sistema, é fundamental preencher todos os campos necessários e manter o cadastro sempre atualizado. O ideal é revisá-lo uma vez ao mês. Mesmo que tenha o perfil adequado e a experiência requerida para determinada vaga, um profissional com cadastro incompleto e desatualizado, certamente ficará fora do processo seletivo.

Outra alternativa é enviar e-mails para o setor de recursos humanos, é importante: ser formal (não é porque a inscrição é pela internet que você deve usar uma linguagem abreviada e informal); enviar o currículo no corpo da mensagem e não em anexo; ter objetividade no campo assunto; ser legível (fonte Times ou Arial, tamanho 12).  Lembre-se que é desnecessário pedir confirmação de recebimento do e-mail.

As dicas para elaborar um currículo físico são úteis para um virtual. Confira algumas delas: não minta; exclua informações desnecessárias em seu currículo; seja objetivo e evite erros de português.

Boa Sorte!

Por Melisse V.


Se você possui pouca ou nenhuma experiência e está em busca de uma oportunidade de trabalho, fique atento a algumas dicas a seguir. Os recrutadores sabem que você é recém-formado ou que ainda está cursando a graduação e não exigirão de você tantas experiências no mercado.

A busca pelo primeiro emprego é um desafio. Contudo, você deve lembrar que as vivências acadêmicas, atividades extracurriculares, trabalhos voluntários e qualificações técnicas são relevantes. Destaque os seus pontos fortes. Quando for preparar o seu currículo, cite seus conhecimentos em informática, cursos e palestras dos quais participou e possíveis viagens que já fez ao exterior.

Mas tenha cuidado! Não minta, pois os recrutadores checam as informações que você apresenta. Outra dica importante é sempre procurar se atualizar. Não fique parado. Procure realizar cursos gratuitos online que grandes instituições oferecem através da internet. Isso mostra que você tem interesse. Desse modo, você pode destacar o seu currículo dos demais concorrentes e alcançar a tão sonhada vaga.

Experiência não é tudo para tornar um currículo atraente. Boa Sorte!

Por Por Melisse V.


Cansado de enviar currículos e mais currículos e não ser chamado para uma única entrevista. Parou para pensar que isso pode acontecer por vários motivos diferentes do que se costuma supor? Alguns acreditam que a falta de interesse das empresas por seus esforços está estrita à parte de escolaridade e até da própria experiência. Na verdade, o problema, se assim o leitor deseja pensar, pode estar no primeiro contato da companhia com o candidato: carta de apresentação.

De acordo com Eberson Luiz Federezzi, diretor da Global Network, a carta de apresentação tem tido papel importantíssimo nos processos de seleção. Apresentar um texto com falhas gramaticais e de vocabulário podem limitar inúmeras chances.

Em primeiro lugar, o trabalhador deve escrever sua carta de apresentação em folha A4, com fonte na cor preta. Além disso, incluir assinatura ao final do documento e o nome e cargo da pessoa para quem ela será enviada, juntamente ao currículo, causa diferencial.

Em relação ao conteúdo, o profissional pode dividi-lo em quatro partes, ou melhor, em quatro parágrafos. O primeiro deve ser utilizado para apresentação e o motivo pelo qual o currículo foi enviado. No parágrafo seguinte, justificativas concernentes à escolha da empresa, tais como conhecimentos sobre ela e sua área de atuação.

Na terceira parte o candidato pode ilustrar quais são seus objetivos e qualidades. No último parágrafo é interessante efetuar uma finalização. Neste caso admite-se pedir entrevistas para melhor apresentação.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Dúvidas na hora de elaborar o currículo são comuns, mas com algumas dicas essa tarefa pode ser tornar mais fácil:

  • É importante ter em mente que o currículo pode ser considerado o nosso primeiro contato com a empresa, sendo assim a sua apresentação e conteúdo devem estar muito bem colocadas.
  • As fotos no currículo, não são uma exigência comum, algumas empresas costumam pedir, caso isso aconteça lembre-se que o traje na foto deve ser formal, traje de trabalho.
  • Todos nós temos contas em sites de relacionamento não é mesmo? Mas na hora de elaborar o currículo elas nunca devem ser citadas, as informações contidas nelas são muito pessoais e podem não causar a boa impressão desejada.
  • O que realmente chama a atenção no currículo é a clareza, a organização, a objetividade, enfim, a forma como as informações estão dispostas no papel. Não se esqueça de colocar a pretensão salarial somente quando for solicitada.
  • Quando souber para qual vaga está se candidatando, procure elaborar um currículo exclusivo para ela, adaptando suas informações e deixando-as mais direcionadas ao cargo desejado.
  • Não são a quantidade de folhas e as informações em seu currículo que o definem como um bom profissional. Fique atento.

Por Milena Evelyn


Muitas pessoas ainda sentem algumas dificuldades na hora de elaborar o currículo, questões como determinar quais as informações mais importantes, as desnecessárias, organizar os cursos extracurriculares por prioridade e o layout do currículo são alguns dos pontos que causam duvidas.

Visando auxiliar as pessoas que passam por esse problema, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho de São Paulo, através das unidades do CAT – Centro de Apoio ao Trabalho irá proporcionar uma oficina para atender ao publico que comparecer em uma das unidades.

A oficina faz parte do Programa Orientação para o Trabalho e o tema será a “Elaboração de Currículos.”

O atendimento prestado na oficina é realizado por profissionais do setor de RH que irão orientar e explicar aos trabalhadores qual a melhor forma de apresentar e elaborar um currículo. Todo o atendimento será individual e vale resaltar que a oficina é gratuita.

Os interessados deverão procurar uma unidade do CAT mais próxima da sua residência, ou uma das unidades móveis de segunda a sexta a partir das 9h.

Para saber mais acesse: www.prefeitura.sp.gov.br ou ligue 156.

Por Milena Evelyn


Desde o seu surgimento a internet vem aumentando seu número de usuários e facilitando a vida de muitas pessoas. No caso de quem está desempregado ajuda na busca de um novo emprego, pois é possível se cadastrar virtualmente em agências de empregos e enviar currículos por e-mail.

Neste caso é preciso alguns cuidados antes de enviá-lo, pois um documento mal feito pode prejudicá-lo ao invés de auxiliá-lo no processo de seleção. Representantes de empresas que divulgam vagas pela internet advertem que recebem centenas de currículos após o anúncio de vagas, por isso recomendam que os documentos devam ser simples (no máximo duas páginas) e de preferência no corpo do e-mail.

Outro erro bem comum que os selecionadores encontram são currículos enviados por e-mail sem nenhuma mensagem, ou objetivo profissional que cada candidato tem. Esse equívoco pode levar o selecionador a acreditar que o candidato está sem foco, enviando e-mails para todos os lugares.

Portanto muito cuidado ao elaborar o corpo do e-mail. Uma dica é elaborar uma breve mensagem antes do currículo como uma apresentação de uma ou duas linhas onde o candidato deve informar qual vaga deseja se candidatar.

Por Selma Isis


O videocurrículo ainda é pouco conhecido no Brasil, sendo muito utilizado em outros países, como os Estados Unidos. No Brasil, já é possível encontrar alguns candidatos a empregos nessa nova modalidade de conquistar um bom emprego por meio da ferramenta YouTube.

Basta procurar pelo item "videocurrículo" para se ter alguns exemplos dessa forma diferente de promover seu talento profissional online. Para aqueles que pretendem se aventurar na internet, é importante criar um script prévio com as informações resumidas de seu currículo para ser explicada de forma espontânea, mas profissional, no site. É importante a apresentação, com roupas adequadas ao ambiente de trabalho, boa locução verbal e apresentação tranquila sem aparentar nervosismo.

A ferramenta não é adequada a todos os tipos de candidatos, mas se você se sente bem em frente às câmeras o videocurrículo pode ser um excelente diferencial na hora de conquistar um emprego.

Por Silvia Fonseca


A agência de recrutamento Gelre está com vagas em aberto em diversas áreas tanto para empregos temporários como contratação imediata. As oportunidades são para suprir a nova demanda de mercado para páscoa e carnaval dos clientes da recrutadora.

A Gelre procura profissionais para trabalhar em telemarketing, vendas diretas e promoção de produtos nas cidades de Pernamubco, Bahia, São Paulo e Santa Catarina. Cerca de 25% das vagas são para o carnaval em regime temporário. Os salários variam entre R$ 800 e R$ 2 mil, com acréscimo de vales transporte e refeição. Entre os requisitos exigidos, ensino médio completo e disponibilidade para cumprir carga horária nos fins de semana.

Para participar do processo seletivo basta preencher currículo no site ou deixar em uma das unidades da empresa (endereços constam no site). 

Por Lidianne Andrade


A multinacional Ambev, uma das maiores empresa do Brasil, está com as inscrições abertas para o preenchimento de 435 vagas em várias regiões do país. As oportunidades estão divididas do seguinte modo: são 244 vagas para área industrial e de logística, 167 para o setor de vendas e mais 24 oportunidades para área administrativa.

A empresa não divulgou as exigências nem o valor dos salários para cada cargo. Os interessados em trabalhar na empresa podem acessar um endereço específico para se candidatar. Basta clicar neste link e cadastrar o currículo.

As novas vagas são fruto do crescimento da Ambev, que teve aumento de 15% na sua capacidade de produção em 2010, com investimentos na ordem de 2 bilhões reais. Isso permitiu que só no ano passado a companhia contratasse 1.930 pessoas.

Por Maximiliano da Rosa


A Atento, empresa especializada no setor de call center, está com inscrições abertas para o processo seletivo que irá contratar 7,2 mil novos profissionais em 7 regiões do país. Os cargos são para teleoperadores e promotores de vendas nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Para participar, é necessário que os candidatos tenham ensino médio completo e conhecimentos na área de informática. Somente para o cargo de promotor de vendas será exigida experiência anterior dos candidatos na área de vendas. Cadastre o seu currículo no site da Atento e garanta benefícios como assistência médico-odontológica, vale-transporte, vale-alimentação, seguro de vida, entre outros.


Pontos importantes para conseguir a vaga de emprego é destacar o que você já conhece, mesmo sem experiência profissional. Se você tem conhecimentos de programas, como excel, corel draw, photoshop, entre outros, destaque isso em seu currículo.

Atualizar sempre seu currículo durante a busca do primeiro emprego é uma questão primordial, baixe na internet modelo currículo e veja o que mais se adequa ao que você quer para sua carreira. Lembre-se um bom exemplo de currículo é aquele conciso que possui informações que facilitam a comunicação da empresa com você e também valorizam, sem inventar, suas qualidades.

Outra dica importante é que o currículo não deve ter aparência carnavalesca, ou seja, faça uma diagramação simples, lembre-se o que deve aparecer são suas qualidades e não uma diagramação colorida e despropositada. Menos é mais!

Por Adriana do Nascimento


Como divulgar seu currículo no Twitter em apenas 140 caracteres? O microblog, que divulga todo tipo de informação de forma curta há também espaço para a divulgação de currículos em poucas palavras. As Redes Sociais devem também ser uma forma de recolocação profissional.

No Twitter, o usuário poderá fazer uma ligação no para algum site ou outras redes sociais onde contém suas informações profissionais ou um link que contenha seu currículo completo hospedado. Não é necessário ter um perfil estritamente profissional, mas manter posts atualizados com assuntos pertinentes à sua área de atuação, conhecimentos profissionais e descrição, aumentam suas chances de ser recolocado.

Exemplos:
Gerente de RH formado pela PUC, com grande experiência em empresa multinacional e inglês fluente busca recolocação; ou
Busco nova oportunidade profissional. 10 anos de experiência em recrutamento e seleção, com pós graduação em RH.

Veja aqui um exemplo de Currículo.

Boa Sorte!

Por Monique Mota


A receita básica para se tornar um profissional de sucesso é amplamente conhecida: cursar uma universidade conceituada, ser um trabalhador aplicado, manter bons contatos e realizar, constantemente, cursos de especialização. Mas este roteiro não vai funcionar se os profissionais não souberem escrever o próprio currículo, que é a porta de entrada para qualquer empresa.

Apesar de parecer algo fácil, a montagem do currículo requer alguns cuidados e artimanhas que servem para valorizar as qualificações e o histórico do candidato. 

Diante disto, o NUBE (Núcleo Brasileiro de Estágios) e o Cedep (Centro de Desenvolvimento Profissional) vão oferecer um treinamento sobre construção de currículos.

Intitulado “Seu currículo, sua imagem”, o curso será realizado no próximo dia 29, às 14, no centro de São Paulo. Para participar, é preciso se inscrever até dia 28,  no site do Cedep. Outras informações também podem ser obtidas no site do Nube.

Por Beatriz Foina


Hoje em dia procurar emprego ficou mais fácil e rápido com a internet. Sites facilitam a vida de quem esta procurando por uma oportunidade.

Os sites selecionam as vagas de acordo com o perfil profissional do candidato, o único trabalho é de fazer o cadastro e buscar as vagas. Os sites são diversos, existem os gratuitos como www.curriculum.com.br; www.vagas.com.br ou www.vaguinha.com.br também tem o pago mais famoso www.catho.com.br.

Pois bem, algumas empresas gostam de receber o currículo impresso em mão e em uma entrega você já pode conseguir ser entrevistado. Por isso, vale a pena imprimir alguns exemplares e ir até o local entregar.

Por LB.


Mesmo estando em ano de copa do mundo, com todas as atenções voltadas aos jogos, não deixe de dar atenção também ao mercado de trabalho que está cada vez mais seletivo e em busca de profissionais capacitados para diferentes áreas.

Empresas renomadas que estão entre as 100 melhores para se trabalhar estão fazem parte desse vasto mercado de trabalho. Sendo assim se desejar estar entre os melhores para concorrer a alguma vaga, faça seu currículo se destacar entre outros profissionais.

Confira no site da revista Você S/A algumas dicas dadas pelo headhunder Marcelo Cuellar.

Se você ainda está com dúvidas na elaboração do currículo, assista no vídeo abaixo algumas dicas dadas por Max Gehringer:

Por Sulamita Filisbelo


A tradução do currículo, quando solicitado por alguma empresa, é praticamente um teste à parte na avaliação do perfil do candidato. Sendo assim, a tradução, além de correta, deve ser clara, objetiva e simples.

Diversos profissionais da área de Recursos Humanos estão se especializando em tradução de currículos e divulgando no mercado esse novo ramo.

Portanto, o candidato que tiver dificuldades nessa etapa poderá entrar em contato com um desses profissionais e ter seu currículo traduzido corretamente e de uma forma que mostre somente os pontos fortes do candidato.

Vale a pena aprender e realizar esse tipo de procedimento e não passar por apuros na hora da seleção.

Por José Alberi Fortes Junior


A fase de elaboração de um currículo é complicada e muitas vezes acarreta varias duvidas.

Por exemplo: o que colocar no currículo e como colocar; e frases do gênero.

Porém já existem, no mercado, diversas empresas na área de Recursos Humanos que executam essa tarefa que parece nunca estar boa, e que para muitas pessoas, parece simplesmente impossível.

Essas empresas elaboram seu currículo de forma a expor os pontos positivos do candidato e encher os olhos do contratante com as qualidades.

Um currículo tem principalmente a função de mostrar toda a história profissional de um candidato, por isso precisa ser bem elaborado e desenvolvido, isso porque, muitos dos recrutamentos dependem exclusivamente dessa "carta de entrada".

Por José Alberi Fortes Junior


A consultora da Carreira & Cia – Claudia Carraro – fez algumas análises sobre um bom curriculum: o padrão estético, a carta de apresentação e alguns itens que devem ser colocados no documento apenas com certeza absoluta da qualificação.

As dicas dadas pela consultora foram: a carta de apresentação só deve ser enviada se solicitada; há letras maiúsculas que devem ser minúsculas e vice-versa; o item graduação deve ser bem detalhado, colocando onde estudou, o curso e o ano de formação; o inglês só pode ser escrito fluente se houver pleno domínio do idioma; os cursos complementares devem fornecer o nome da instituição, a carga horária e a data; e por fim, as impressões pessoais sempre devem ficar fora do currículo e serem guardadas para a entrevista.

Não há dúvida de que o conjunto currículo dinâmico e a entrevista perfeita – que incluem trajes vestidos, postura e dicção – são os ingredientes perfeitos para se sair bem numa seleção para entrar para uma grande empresa.

Rafael TOTP


A tentativa desesperada por uma vaga de emprego, algumas vezes, leva o candidato a fornecer no currículo alguns dados irreais. Trata-se, desejavelmente, de um grande desejo ou necessidade e não de uma intenção desonesta.

A busca constante por emprego, num longo período, gera ansiedade, estresse e outras características psíquicas que, após uma análise criteriosa, justificam uma ação questionável.

O currículo é o principal instrumento de registro das experiências, formações e qualificações do profissional. A exatidão das informações deve ser real. Observações sem comprovação de dados demonstrarão a possível empresa contratante, durante uma checagem, o indício de um candidato sem comprometimento.

Então, cuidado! Não permita que desejos sobreponham-se sobre suas escolhas de conduta de caráter.

Por Patricia Gujev


Um currículo claro, objetivo e sucinto é o ideal para qualquer empresa. Convém ter no máximo duas páginas, estar todo em fonte tamanho de 10 a 12 e cor preta.

A mistura de cores, negritos, itálicos, letras de tipos e tamanhos diferentes, bordas e sombreamentos acabam por poluir a página e dificultar a leitura, segundo recrutadores.

Mas, o que costuma pesar hoje em dia, nas empresas do mundo todo, são as instituições de ensino em que o candidato estudou e as companhias para que trabalhou.

Assim, se o profissional tiver passado por escolas de excelência, convém destacá-las com um negrito. Já daí ele apresenta credibilidade e se destaca em relação às centenas de currículos que o recrutador deve ter às mãos na competição.

Karina Gonçalves


É comum para quem enfrenta o desemprego a busca desesperada por uma vaga nos classificados dos meios de comunicação. Na ânsia de conseguir logo uma recolocação, muitas vezes enviam currículos para vagas que na verdade são incompatíveis com seu histórico profissional e até mesmo com suas habilidades.

Mas, além de ser perda de tempo se candidatar para o cargo errado, essa prática pode prejudicar sua imagem com a empresa selecionadora. Para saber se a possibilidade de empregabilidade é real, deve-se fazer a si mesmo algumas perguntas: conheço na prática como os profissionais dessa área atuam? Preencho absolutamente todos os requisitos anunciados? O salário e o horário de trabalho estão compatíveis com minhas necessidades? São questões que, feitas antes da candidatura, evitam um erro no desenvolvimento de carreira.

Karina Gonçalves


O site www.modelodecurriculum.com, tem o objetivo de reunir dicas e modelos de curriculum pronto, fruto de anos de experiência de seus proprietários na área de seleção de pessoal.

E preciso ter muito cuidado na hora de elaborar um bom curriculum, pois o mesmo deve ser  interessante, para captar a atenção do contratante.

Cuidado, um curriculum que chama a atenção do contratante não deve conter falsos empregos ou experiências, pois no futuro com certeza será descoberto pelo contratante, além de  não ser uma boa conduta ética e profissional.

Um bom curriculum deve ser bem preparado, bem estruturado, claro, conciso e com informações verdadeiras.

Outro ponto a ser abordado, é a objetividade do curriculum. Um curriculum muito elaborado, às vezes pode se tornar confuso para quem o lê. Portanto, ter foco e ressaltar pontos positivos e experiências reais são um bom começo para ser selecionado à  uma entrevista.

Acesse o site e se prepare para bons empregos nesse ano de 2010. A dica foi dada, agora o sucesso profissional só depende de você.


Ele com certeza é a peça fundamental na hora de procurar um emprego. Um currículo bem elaborado pode fazer a diferença na hora que o entrevistador for escolher o candidato.

Por isso quanto mais bem feito seu currículo mais chances você terá de entrar no mercado de trabalho.

Não adianta entregar um currículo com várias folhas, que estejam carentes de dados objetivos ou com erros de português. Uma ou no máximo duas páginas é o suficiente.

Não é necessário colocar nos dados pessoais, números de documentos, o importante é conter, nome, endereço, telefone, data de nascimento e estado civil.

Ao listar experiências anteriores, concentre-se nas três ou quatro últimas empresas em que você trabalhou.

Indique seu cargo e suas principais responsabilidades e resultados.


Um grande desafio para quem passou dos 40 é fazer um currículo que venda sua experiencia e demonstre suas qualificações. No currículo não é necessário listar as inúmeras experiencias profissionais, mas sim apenas as funções e conhecimentos direcionados e específicos da vaga pretendida.

Cargos de chefia e liderança devem ser citados das ultimas empresas ou as atividades dos últimos anos. Toda a trajetória não precisa ser citada, afinal listar todas as promoções que já estão implícitas serve apenas para deixar o examinador cansado de tanto estudar o histórico do candidato.

Liste os projetos e os resultados obtidos. Isso fará com que a empresa veja o potencial e  quais as responsabilidades que ele já conquistou.

Por José Alberi Fortes Junior


Ambos querem dizer a mesma coisa, Trajetória de vida. Antigamente, principalmente em meios acadêmicos, costumava-se dizer que currículo era mais simples, um breve resumo da sua carreira, serve para dar uma base do que você já fez na vida. Em geral, destacava apenas habilidades e experiências principais. Curriculum Vitae, com um nome mais pomposo, em latim, era algo mais elaborado, com mais detalhes da carreira acadêmica e profissional, durante toda a vida. O curriculum mostrava nos mínimos detalhes todas as suas habilidades. Este documento podia conter várias páginas, já um simples Currículo deveria conter no máximo duas e relatar só experiências mais recentes.

Nos dias de hoje, no entanto, é comum que um e outro sejam sinônimos, sendo a forma em latim mais usada para dar título ao documento e a forma aportuguesada para referenciá-lo de maneira coloquial. O antigo Curriculum Vitae, mais elaborado, por exemplo, virou Currículo na Plataforma Lattes. Já os currículos curtos viraram Curriculum Vitae nas candidaturas a empregos.

Então, o que fazer?

Nossa dica é seguir os padrões de mercado ou do empregador. Quando estiver descrevendo suas três últimas experiências e últimas formações acadêmicas para se candidatar a um emprego, chame-o de Curriculum Vitae, já que é o padrão do mercado. No entanto, em sua carta de apresentação, não faz mal algum chamá-lo de currículo no corpo do e-mail.

Por exemplo, é praxe usar no e-mail a frase “Segue em anexo meu currículo”, mas o título do documento anexado ser “Curriculum Vitae”.

Está claro?


Quando estiver preenchendo um currículo alguns detalhes podem fazer a diferença e facilitar a sua avaliação.

No quesito experiência profissional procure ser bem claro e objetivo, sem nunca deixar de contar com a verdade.

Em relação as empresas em que trabalhou, cite todas, e caso queira, pode deixar confidencial a empresa em que estiver trabalhando, todas as outras anteriores devem ser citadas. Os ramos de trabalho também é importante citar, pois isso esclarecerá ao examinador as suas experiências e seus conhecimentos.

Expor as promoções, como cargos iniciais e finais, salários iniciais e salários na data da saída também é importante para a avaliação do desempenho. Isso mostra também a dedicação e a pretensão salarial. O motivo da saída também é importante citar, mas de forma neutra, nunca mencione motivos negativos, nem das antigas empresas ou ex-colegas.

Por José Alberi Fortes Junior

Nos dias atuais arrumar um bom emprego é algo que necessita de uma atenção especial do candidato. Diversas empresas de Recrutamento de pessoas já exigem o cadastramento de currículo pela internet, mas não é tão fácil quanto parece, pois sendo feito dessa forma a qualificação é muito mais exigida.

A vaga desejada nem sempre está disponível quando precisamos, por isso cada vez mais esta sendo fundamental a qualificação e o conhecimento.

Uma excelente opção sempre foi os concursos públicos e a disputa de vagas em grandes empresas, possibilitando assim um currículo muito mais bem visto, porém a construção de uma carreira sólida é mais complicada.


O currículo é a porta de entrada para quem deseja uma nova oportunidade de emprego, através dele, o empregador terá as primeiras informações sobre o perfil do candidato, por isso, é necessário que seja uma boa referência de apresentação. Acompanhe algumas dicas para a confecção do seu currículo:

Quanto à estética, imagine que em termos de aparência, o mais simples é sempre o mais indicado. Opte por um documento limpo e claro, sem letras coloridas ou grandes demais. Coloque seus dados pessoais no topo da folha e evite usar adjetivos subjetivos. Se tiver participado de algum curso no exterior ou mesmo possua vivência em outro país, é interessante mencionar.

Objetividade conta muito também, pois se o currículo for muito extenso o empregador poderá não ler o documento na íntegra. Não exponha todas as suas experiências profissionais, a dica é inserir as mais atuais e que tenham relação com a vaga desejada.

Em relação à fotografia, ela deve estar no currículo caso seja solicitada ou importante para a área de contratação, como eventos, por exemplo. O tamanho indicado é 5×7 e a foto deve ser formal.


A Estágio NET (www.estagionet.com.br) oferece centenas de ofertas de emprego, basta se cadastrar. Depois de realizado o cadastro, você poderá ter acesso às vagas, ver os dados das empresas contratantes, acompanhar o seu pedido de estágio, enviar seu currículo para as empresas e muito mais.

Há também um espaço para troca de informações sobre estágios em geral, com anúncio de vagas de estágio em todo o país em diferentes áreas, como Psicologia, Ciências Contábeis, Sistemas de Informação e Administração de Empresas, dentre outras.

É mais uma iniciativa que procura aproximar o jovem do mercado de trabalho. Para saber mais informações, acesse www.blogdoestagio.com.br.


Antigamente ter uma faculdade e alguma experiência na área contava-se muito para achar o emprego ideal. Porém, a exigência do mercado de trabalho é cada vez maior e acirrada, e os candidatos são cada vez mais testados e seletivos.

Pensar em maneiras realistas de se atuar numa empresa, por exemplo, é o primeiro passo. Ser gerente de um setor é o que todo mundo quer, porém, começar sempre de baixo e subir é sempre a melhor opção. Mesmo que se tenha experiência de anos numa área, começar de assistente, na humildade, é o caminho mais confiável.

Revisar e atualizar o currículo é outro passo importante. Na internet existe um Guia de Currículo no endereço www.empregos.com.br. Documentos necessários de colocar e informações imprescindíveis são algumas dicas que podem ser encontradas para montar o currículo que toda a empresa quer ler.

Por fim, se o desespero bater à porta, reserve um tempo para repensar nas possibilidade, fazer o que gosta, visitar um parente distante. O descanso mental pode gerar novas idéias e soluções que antes, com o desespero e sem vontade para nada era impossível de se levar em conta.


Todos sabem que quando o assunto é conseguir um novo emprego, o currículo é fundamental para abrir novas portas e ajudar a conquistar aquela vaga que tanto queremos. Um bom currículo não é aquele que é composto por várias folhas, com textos enormes dizendo maravilhas sobre o candidato.

O currículo que realmente pode ajudar nesse momento é aquele cujas informações são claras, expostas de maneira correta e o mais importante, aquele que contém informações verdadeiras.

Algumas dicas ajudam muito na hora de elaborá-lo, como não usar letras coloridas e de tipos fora do comum, o ideal é usar cor preta para as letras e tipos como Arial , Courier ou Times New Roman.

Não é necessário escrever “currículo” na parte de cima da folha, você pode começar com seu nome, escrito com um tamanho um pouco maior que o restante. Além disso, não é necessário colocar todas as suas experiências profissionais e sim apenas aquelas que têm a ver com a área que você está se candidatando.

Por fim, vale à pena lembrar que, se seu currículo contém, mais que uma página, seus dados pessoais tem que vir na primeira página e nunca minta sobre qualquer informação.





CONTINUE NAVEGANDO: