Hoje em dia, com a mão de obra aumentando no mercado de trabalho, a maioria dos empregos está mudando suas características de buscas em processos de recrutamento e seleção. Em algumas áreas é possível constatar a substituição da mão de obra humana pela criatividade da tecnologia e por máquinas e acessórios programados por ela.

Na expectativa humana, o medo deu lugar à superação e o trabalho em equipe ao individualismo.
De acordo com estudos recentes, no futuro mais de 80% dos empregos formais desaparecerão completamente, ou no mínimo, terão características diferentes e tomadas pela expansão da tecnologia.
Em alguns casos, a tecnologia pode ser vista como uma inimiga da mão de obra, pois se não evoluirmos em grande escala, logo ficaremos para trás e seremos ultrapassados pelos próprios computadores que nos servem de auxílio.

Mas mesmo assim, não devemos ir contra a expansão da tecnologia. Há muito o que se pescar no mercado de trabalho, basta estar sempre atento à demanda dele em suas respectivas áreas. Cada vez mais ocorrem evoluções, e por mais simples e imperceptíveis que elas sejam, trazem grandes mudanças, e assim, empregos velhos são descartados e cargos novos vão se construindo à medida que novas áreas vão surgindo, principalmente em empresas novas.

Mais interessante do que se acomodar e se preocupar, é fazer perguntas da seguinte forma para si mesmo: “Qual o meu tipo de emprego?” e "O quê eu preciso fazer para me adequar às exigências dele?".
Talvez você só precise evoluir para conseguir resultados novos e cada vez melhores. Ou seja, superar-se.
Tente ressignificar o que já está feito e  realizado, e gaste parte do seu tempo para buscar novos métodos de executar sua rotina e assim aumentar sua produtividade.

Enfim, mesmo assim, observe bem as suas expectativas, jamais force a barra se nada estiver bom. Tenha a consciência de que você tem capacidade para ir à luta e encontrar novas oportunidades no mercado.

Por Daniela Almeida da Silva


Quando falamos em desenvolvimento de jogos devemos considerar que não é algo limitado apenas a uma carreira. Esse setor de atuação tem uma lista bastante ampla na qual o profissional poderá se aprofundar.

Abaixo listamos algumas das principais profissões que estão no rol de criação de jogos (o que inclui computadores, celulares e videogame). Confira:

– Programador:

O Programador basicamente é a pessoa que faz com que os jogos funcionem. Fica  sob sua responsabilidade a criação de códigos para que os jogos façam exatamente aquilo que foi idealizado pelos designers.

– Designer de Games:

O Designer de Games também recebe outros nomes como Projetista de Jogos ou ainda Game Designer. O que importa é que ele é que fica com a responsabilidade de criar o conceito e também projetar os jogos. Uma das principais características das pessoas interessadas nessa carreira é a criatividade. Afinal de contas, eles são os responsáveis pela “essência” dos games. Atualmente o mercado tem se expandido não apenas para esse tipo de profissional como para os demais da área pelo fato de que os jogos não estão restritos a uma plataforma específica. Ou seja, há oportunidades em diversos campos como celulares, tablets e PCs. O Designer deve também ficar atento as principais tendências do mercado. Outro ponto fundamental é que precisa ter um senso estético bastante aprofundado já que isso nos games pode garantir o sucesso ou o fracasso.

– Animador:

Como o próprio nome sugere o animador é responsável por dar movimento ao jogo. De uma maneira geral esses profissionais são oriundos dos cursos de Computação Gráfica. Fica como sua atribuição a geração de imagens que serão usadas nos jogos. Ele também é quem organiza os personagens e demais objetos criados pelos profissionais técnicos. Isso tudo em uma ordem que dê a ilusão de movimento.

– Editor de Som e Vídeo:

Todo jogo tem uma trilha sonora que dita o ritmo, anima o jogador e por aí vai. A escolha dos efeitos sonoros, do ambiente e do tipo de clima fica a cargo do Editor de Som e Vídeo. Ele também pode atuar na junção de imagens que foram criadas pelos designers com a intenção de dar sequencia e movimentos a elas.

Enfim, essas são apenas algumas das direções que o profissional pode tomar nessa área que cresce a cada dia.

Por Denisson Soares


No mundo em que vivemos é cada vez mais comum encontrarmos jovens conectados com aparelhos tecnológicos e que possuem bastante interesse por essa área, devido à carreira e estabilidade que propõe aos profissionais ao longo do tempo. Além disso, é um setor que dificilmente alguém qualificado ficará sem trabalho, uma vez que é um ramo bastante crescente e a tendência é o crescimento da tecnologia no mercado. Sendo assim, se você é um profissional que se identifica com essa área, fique atento a este artigo, pois falaremos das principais profissões de tecnologia destinadas aos jovens.

A princípio uma das principais áreas que se encontra no topo da lista quando falamos em trabalho com tecnologia é a profissão de Programador. O profissional que esteja qualificado neste setor dificilmente ficará desempregado. Todavia, caso haja interesse por tecnologia e não tenha tanta habilidade é importante recorrer a alguns cursos.

Em destaque temos os programadores JAVA que são obrigados a pensar de uma forma estruturada, o que faz a diferença na hora de uma seleção. Outra profissão é a de Arquiteto JAVA considerada uma das mais promissoras no momento. Diante disso, há um leque para Engenheiros, na qual a que se destaca é a de Engenheiro de Software Embarcado que são os responsáveis por grande parte dos sistemas robóticos utilizados no dia a dia.

Como falado anteriormente, a profissão de Programador está em alta e não só o de JAVA, mas também o Programador .NET abre caminhos para o domínio de outras ferramentas. Com isso, segue a profissão de Engenheiro de Quality Assurance na qual o profissional é responsável pela estruturação de testes de qualidade de programas e equipamentos, como é o caso de softwares. Há, ainda, a carreira de Engenheiro de Redes em que o profissional cuida de toda a infraestrutura de rede e determina a parte física ou lógica, ou seja, ele é o maestro de estruturação da rede. 

Por Luciana Viturino


A Tectoy Studios, muito conhecida na década de 1980 em função do Master System, anuncia a abertura de oportunidades para recém-formados e estagiários para o preenchimento de seu quadro de programadores. No caso de estudantes de Engenharia da Computação e/ou Ciência da Computação, bem como similares, a conclusão dos estudos deve estar prevista para até junho do próximo ano.

Os interessados devem atender a alguns pré-requisitos, como língua inglesa fluente, disponibilidade para residir em Campinas, no interior de São Paulo, ter boa base de arquitetura de computadores e computação gráfica, além de ter paixão pela área de jogos eletrônicos. Outra condição essencial é possuir experiência prática em C/C++ ou Java e se possível, conhecimentos em PHP, JavaScript, Android e iPhone.

Os benefícios oferecidos pela Tectoy Studios são vale-transporte e vale-refeição para todos os níveis. Aos profissionais contratados em regime CLT, plano de saúde e odontológico (caso o funcionário assim deseje). Para concorrer às oportunidades, o interessado deve enviar currículo ao endereço de e-mail [email protected]. No título da mensagem é preciso descrever ‘Vaga de estágio em programação’ ou ‘Vaga de programador’.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Assessoria de Imprensa


A Cast, empresa prestadora de serviços no ramo tecnológico está com uma grande oferta de emprego para as regiões de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Araraquara (SP).

Com 1,5 mil vagas disponíveis desde dezembro de 2010, os cargos são para: analista de sistemas, programador Java, analista de sistemas e programador PHP; analista de ponto de função, líder de projetos, programador ColdFusion, programador ASP, analista de sistemas Dot.Net, analista de sistemas Asp.Net, admirador de dados, analista de sistemas cobol, analista de requisitos e analista de sistemas.Net.

Podem se inscrever candidatos de nível técnico e superior de escolaridade. Se você possui experiência em uma dessas colocações, envie o seu currículo para o seguinte e-mail e prepare os seus conhecimentos para o processo seletivo formado pelas etapas de provas técnicas, dinâmicas de grupo e entrevistas.


Um dado importante deve ser considerado na lista das maiores empresas de tecnologia do país. Aproximadamente dois terços destas empresas (grandes empresas, diga-se ligeiramente) são controladas por gestores brasileiros.

Esta é uma informação que só mostra o quanto nossa mão de obra é competente e respeitada. Vale lembrar também da importância em buscar sempre uma contínua reciclagem profissional e de conteúdo. Faz muita diferença na vida profissional.

As grandes empresas são controladas por 65,3% por Brasileiros, 15% por americanos, 3,8% por espanhóis, 2,7% por japoneses, 2,5% alemães, 2,0% por holandeses, 1,5% por mexicanos, 1,5% por italianos, 1,0% Sul coreanos.

Viu? Nós podemos!

Por Victor Gonçalves





CONTINUE NAVEGANDO: